Menu
Busca terça, 19 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Saúde

Na capital, 87% do grupo de risco foi vacinado contra a gripe

Os dados foram indicados pelo boletim da Sesau; a campanha encerrou na quinta-feira

07 junho 2019 - 09h15Rayani Santa Cruz, com informações da assessoria

Em Campo Grande, 185.184 pessoas do grupo de risco, foram imunizadas com a vacina contra a gripe. A campanha atingiu  87,64% da população alvo atualizada pelo Ministério da Saúde e que estimou em 211.790. As pessoas que não integram os grupos prioritários ainda não foram contabilizadas.

De acordo com Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), a campanha foi encerrada na quinta-feira (6) nas 68 unidades de saúde da família. 

O Boletim de Vacinação divulgado pela Superintendência de Vigilância em Saúde (SVS) com dados até o dia 04 de junho,aponta que os idosos com mais de 60 anos é a população que mais se vacinou, atingindo a marca de 77.769 (97,11%), seguido pelos professores, 8.558 o que representa 90,58% da meta.

As crianças de 6 meses a menores de 6 anos contabilizam 49.736 (75,85%). Já as gestantes somam 6.622 (64,32%) e os profissionais de saúde, 19.530 (84,50%). Neste ano, o Ministério da Saúde inseriu membros das forças de segurança no grupo de risco e eles somaram 2.055 doses aplicadas. Os indígenas contabilizam 1.703 pessoas enquanto que os portadores de doenças crônicas, 13.289 (61,54%). A população privada de liberdade contabiliza 4.107 doses aplicadas e os e funcionários do sistema prisional, 779.

Segundo a superintendente de Vigilância em Saúde, Veruska Lahdo, o resultado é satisfatório. “Ficamos próximos da meta de 90% preconizada pelo Ministério da Saúde, mas ainda temos as doses aplicadas na quarta e manhã de quinta-feira, o que poderá aumentar mais um pouco a cobertura vacinal”, disse ela.

A Campanha de Vacinação teve início em 10 de abril e se estendeu por quase dois meses nas 68 unidades básicas de saúde (UBS) e de saúde da família (UBSF) de segunda a sexta-feira, incluindo os Centros Regionais de Saúde (CRS) que realizaram plantões de vacinação aos fins de semana.

Em todas as unidades há uma reserva técnica de doses para ser administrada nas crianças que tomaram a vacina pela primeira vez este ano. Os pais ou responsáveis foram informados quando devem retornar aos postos e precisam ficar atentos para não deixar a data passar para não comprometer a eficácia da imunização.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo começa hoje
Saúde
Dez pediatras e 41 clínicos atendem nesta manhã na capital
Saúde
Homens possuem menor confiança em vacinas, segundo estudo
Saúde
Novo boletim epidemológico é divulgado pela Secretaria de Estado de Saúde
Saúde
Em quatro UPAs, 22 pediatras atendem nesta manhã de sábado
Saúde
Saúde lança campanha para prevenir a obesidade infantil
Saúde
Dez pediatras atendem na capital nesta manhã de feriado
Saúde
Alongamento de cílios e micropigmentação podem causar queimaduras em exames
Saúde
Duas UPAs terão atendimento infantil nesta manhã
Saúde
Sexta ocorre a primeira marcha da maconha medicinal na capital

Mais Lidas

Polícia
Aos 84 anos, "vovó" é presa dirigindo bêbada após sair de baile
Polícia
Jovem morre fuzilado e mulher é ferida por estilhaços
Polícia
Jovem motociclista morre após bater em meio-fio e ser arremessado em rio
Geral
Ingrid está desaparecida há mais de 20 dias e mãe faz apelo