Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Governo 02
Turismo

Ministério do Turismo libera R$ 585 mil para reforma do 'Mercadão'

11 julho 2012 - 09h35Reprodução

O Ministério do Turismo autorizou o empenho de R$ 585 mil para as obras de reforma do Mercado Municipal Antônio Valente. A liberação dos recursos, viabilizados pelo convênio assinado no último dia 9 de janeiro, foi comunicada no final da tarde desta terça-feira (10).

A reforma no “Mercadão” vai custar R$ 702 mil, com o dinheiro federal complementado com R$ 117 mil de recursos da prefeitura. As obras já estão em processo de licitação. “Essa reforma vai garantir mais segurança e conforto aos consumidores e frequentadores”, garante o prefeito. Está prevista a substituição das instalações elétricas, do telhado, colocação de piso, adequação dos banheiros para acessibilidade, instalação de equipamentos contra incêndio.

Em 2006, o prédio ganhou calçamento novo, pintura, iluminação especial e as vagas de estacionamento foram ampliadas. “Desde a abertura do trecho da Via Morena que termina exatamente em frente do Mercadão, temos trabalhado para valorizar esta região da cidade. Com a Orla Ferroviária, teremos consolidado um corredor cultural e gastronômico, que inclui o camelódromo e vai até o Centro Municipal de Belas Artes no Cabreúva, passando pela antiga estação ferroviária", destaca o prefeito Nelson Trad.

Para o presidente da Associação dos Mercadistas, Ronald Kanashiro, com a nova reforma, clientes, comerciantes e funcionários passarão a ter mais conforto e segurança.

A Prefeitura também cadastrou, no último dia 12 de abril, no SICONV (Sistema de Gestão de Convênios e Contratos de Repasse) outra emenda no valor de R$ 600 mil destinada a esta segunda etapa da reforma. O projeto prevê a construção de um mezanino sobre a praça que abriga uma feira indígena. O trecho da rua 7 de Setembro ente a Via Morena e a travessa José Bacha, será fechado para ampliação do estacionamento .

História
O atual prédio do Mercado Municipal Antônio Valente foi inaugurado em 30 de agosto de 1959. O Mercadão nasceu a partir de uma feira livre que era realizada na área onde hoje está localizado o seu estacionamento. O terreno para a construção do centro comercial foi doado à prefeitura por um dos feirantes, Antônio Valente, que como homenagem acabou dando nome ao prédio.

As obras de construção do prédio começaram em 1958 e o espaço foi entregue aos comerciantes um ano depois. No começo, eram vendidas no Mercadão apenas frutas, verduras, legumes e carnes. Com o passar do tempo, os comerciantes começaram a diversificar a oferta de produtos. Hoje, nas 144 bancas e 79 boxes, são comercializadas desde ervas medicinais, passando por queijos, doces, artesanato, bebidas típicas, frutas, legumes, verduras, carnes, peixes, pasteis, salgados, sucos, entre outros produtos.

Via CG Notícias

Senar - agosto2020

Deixe seu Comentário

Leia Também

Turismo
Bonito decreta retomada das atividades turísticas em junho

Mais Lidas

Geral
Caminhão carregado com retroescavadeira tomba em rotatória
Polícia
Vídeo - Guardas municipais agridem morador de rua idoso com cachorrinha
Polícia
Motorista foge após bater frontalmente contra motocicleta
Esportes
Operário rifa “fusca-75” para arcar com os compromissos