Menu
Busca quarta, 30 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Agronegócio

MS tem crescimento de 50% na exportação de frango em 2020

Dados se referem ao primeiro trimestre deste ano. Preços do mercado interno também apresentaram aumento

22 abril 2020 - 15h37Flávio Veras

O Mato Grosso do Sul teve um aumento médio de 50% no volume de exportações da caner de frango no primeiro trimestre de 2020, atingindo mais de 37 mil toneladas. Os principais destinos foram China e Japão.

Segundo o Sistema Famasul, 40% da produção da proteína é destinada à exportação. No primeiro trimestre de 2020, a vendas para o exterior atingiram US$ 65,4 milhões de receita. No comparativo com o mesmo período de 2019 houve aumento de 42% na receita e 48% no volume.

Naquela época, MS faturou US$ 46 milhões e atingiu o volume de 25,1 mil toneladas nas exportações.

“Os números das exportações foram positivos porque houve aumento de demanda pelos principais importadores. Os três países do ranking, China, Japão e Emirados Árabes, responderam por 51% da receita e 45% do volume exportado. Eles aumentaram as compras em 36%, com destaque para o Japão, que comprou um volume 84% superior ao igual período de 2019”, analisa a economista Eliamar Oliveira, analista técnica do Sistema Famasul.

Seguindo o ritmo das exportações, o mercado interno de carne in natura de frango também esteve aquecido nos três primeiros meses deste ano. Segundo o boletim pecuário da última semana, em março deste ano, o preço do quilo da carne de frango estava em R$ 6,40. Comparado ao mesmo mês de 2019, quando a cotação estava em R$ 5,43 o quilo, houve um aumento de 17,8%.

“O bom desempenho do mercado externo contribui para a valorização dos preços no mercado interno, em razão do aumento na demanda. Aproximadamente 40% da produção de MS destina-se ao mercado internacional”, completa Eliamar.

Segundo dados do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), Mato Grosso do Sul abateu 38,8 milhões de animais entre janeiro e março de 2020. O número representa alta de 0,6% nos animais abatidos em relação ao primeiro trimestre de 2019, quando foram abatidos 38,6 milhões de aves.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Agronegócio
Jaraguari terá primeira indústria de etanol de milho do Estado
Agronegócio
Entre países, MS sozinho é o 14º maior produtor de milho no mundo
Agronegócio
Lavouras que tiveram contrato com seguro rural serão fiscalizadas
Agronegócio
Silo com 900 toneladas de grãos de milho desmorona em fazenda de MS
Agronegócio
Bolsonaro exalta potencial do MS: “Um dos símbolos do agronegócio”
Agronegócio
AO VIVO – Tereza Cristina fala sobre agronegócio brasileiro em escala global
Agronegócio
Ministério autoriza LabSenai Sementes a analisar forrageiras e feijão
Agronegócio
Exportação de carne de aves dispara em MS

Mais Lidas

Cidade
Lei que prevê multas e punições para quem passar trote no 190 e 193 foi sancionada hoje
Justiça
Bolsonaro sanciona lei sobre maus-tratos a animais acompanhado do pitbull Sansão em Brasília
Polícia
Jovem é assassinada com oito tiros na Capital
Cidade
Funsat Itinerante vai atender na Vila Popular nos dias 01 e 02 de outubro