Menu
Busca terça, 19 de março de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Lula deve vetar "pacote de bondades" a servidores

02 junho 2010 - 09h30Divulgação
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva deve frustrar o Congresso Nacional e vetar uma emenda da medida provisória 479 – que pretende reestruturar 25 carreiras da administração pública – aprovada ontem pelo Senado. O veto vai impedir um gasto anual de R$ 1,8 bilhão aos analistas da Previdência Social, que, de acordo com a emenda, teria o direito de ingressar na carreira de auditor da Receita Federal. Com a mudança, a categoria será incluída no quadro do Ministério da Fazenda. O trecho que deve ser barrado havia sido incluído pela Câmara junto a outras emendas, que já haviam elevado em R$ 3,3 milhões os gastos previstos pelo governo. Lula enviou a MP prevendo despesas anuais de R$ 31,7 milhões, mas o valor deve chegar a R$ 35 milhões graças à relatora da MP, deputada Gorete Pereira (PR-CE), que acatou 45 emendas integralmente e 18 parcialmente, transformando cargos, estendendo gratificações, aumentando salários e incorporando carreiras. Há quatro meses das eleições, alguns senadores lamentaram que outras categorias tenham ficado de fora do "pacote de bondades". O líder do DEM, senador José Agripino (RN), votou favoravelmente ao projeto “para não prejudicar outras carreiras”, mas pediu que os Analistas da Receita Previdenciária fossem incluídos em uma próxima medida provisória. O senador petista Augusto Botelho (RR) queria que os funcionários do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) também entre na próxima leva. (Com informações Midiamax)
Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
"Tem falado bobagem", diz Malafaia sobre Eduardo Bolsonaro
Brasil
Suspeito de atentado em Suzano é apreendido novamente
Brasil
Bolsonaro e Trump se reúnem hoje na Casa Branca
Brasil
Governo deve dialogar com partidos para aprovar reforma, diz Alcolumbre
Brasil
Após massacre, escola planeja acolhimento de alunos
Brasil
EUA: Bolsonaro tem reuniões com ex-secretário do Tesouro e empresários
Brasil
Suspeito de massacre em Suzano é liberado após prestar depoimento
Brasil
Netflix aumenta preços de assinaturas
Brasil
Último lote do abono salarial é pago hoje
Brasil
EUA: Bolsonaro viaja dia 17 acompanhado por seis ministros

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Mistério: adolescentes desaparecem a caminho da escola
Polícia
Menina de dez anos se mata com arma do pai, em São Paulo
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira