Menu
Busca sábado, 20 de abril de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Para Aldo Rebelo, só a imprensa desconfia das obras da Copa 2014

21 maio 2012 - 08h32Silva Junior / Folhapress

O ministro do Esporte, Aldo Rebelo (PC do B-SP), fez neste domingo uma crítica indireta à imprensa ao dizer que só os jornalistas se preocupam com os atrasos das obras da Copa 2014 e que a sociedade brasileira não desconfia da realização do evento.

"Vejo uma preocupação dos jornalistas, da imprensa em geral. Não vejo desconfiança da sociedade. Não acho que as pessoas estão duvidando que o Brasil não possa fazer uma Copa à altura das expectativas do mundo", afirmou.

O ministro deu as declarações em Barretos (a 423 km de São Paulo), onde inaugurou um campo de futebol e participou de outros eventos na manhã deste domingo.

"Provavelmente, ninguém compraria jornal que tivesse manchete: está tudo bem, tudo normal, tudo tranquilo. Talvez, essas notícias não vendessem tanto se comparada a outras que informassem os defeitos, os problemas, as deficiências. Que existem, e precisam ser corrigidos", disse.

Aldo Rebelo afirmou que, no passado, "o Brasil já fez coisas muito mais difíceis e importantes", citando, como exemplo, a construção da capital federal, que será uma das sedes em 2014.

Na visão do ministro, o mais difícil não é levantar um estádio como o de Manaus, mas construir uma cidade inteira.

"Construímos Brasília, a capital do país, uma coisa grandiosa. Como, agora, nós vamos nos atrapalhar com uma Copa do Mundo? Essa é a vigésima Copa. Não há segredos ou mistérios na organização de um evento como esse", afirmou.

Rebelo mencionou também as dificuldades existentes nas capitais que não estão relacionadas, necessariamente, com a Copa, e que precisam de soluções urgentes, independentemente do evento.

"O Brasil não tem todos os seus problemas de mobilidade, infraestrutura, por causa da Copa. Atualmente, temos problemas nos aeroportos, no trânsito de São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Salvador. E vamos procurar melhorar isso, não apenas em razão da Copa, mas porque é uma necessidade hoje."

O ministro comentou ainda que a Copa oferece a oportunidade de o país mostrar "o valor, inteligência e capacidade do brasileiro para superar as dificuldades".

Copa das Confederações
Em relação à Copa das Confederações, evento-teste para o Mundial de 2014 que será disputado entre 15 e 30 de junho do ano que vem, Aldo Rebelo garantiu que a disputa poderá ser realizada em seis cidades.

Na quarta-feira (16), o ministro admitiu que a Fifa está elaborando esboços com quatro, cinco e seis sedes. Salvador e Recife são os casos que merecem mais atenção, mas o ministro não vê problemas para a realização da Copa das Confederações nessas duas cidades.

"Acabei de visitar Salvador e constatei que está tudo bem encaminhado. Todas as estruturas pré-moldadas já estão prontas e fabricadas, aguardando suas instalações no estádio. A única coisa que não está no canteiro de obras é a cobertura, que será importada, mas há garantias contratuais de que será entregue dentro do prazo. Em Recife, não vejo problemas."

Aldo falou também que não vislumbra outra possibilidade que não seja realizar a Copa das Confederações em seis sedes, mas fez questão de ressaltar que a palavra final é da Fifa.

Campo de Várzea
Com obras atrasadas para construção ou reforma de estádios, o ministro esteve em Barretos neste domingo também para inaugurar o campo de futebol Toca do Lobo Azul. O local será usado para competições amadoras de futebol na cidade.

Outro evento de Aldo Rebelo em Barretos foi a inauguração do espaço cultural Oscar Niemeyer.

Via Folha

pmcg - prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Bolsonaro diz que invasão de terra tem que ser tipificada como terrorismo
Brasil
Recadastramento de clientes de celulares pré-pagos começa nesta quinta
Brasil
Moraes revoga decisão que censurou reportagens
Brasil
Avianca vai devolver oito aeronaves depois da Páscoa
Brasil
Bolsonaro exonera general corumbaense, da secretaria de Esportes
Brasil
Mulher é presa seis anos após matar o ex-namorado
Brasil
Mega acumula e pode pagar R$ 60 mi, no sábado
Brasil
Revista Time coloca Bolsonaro entre os "100 mais influentes do mundo"
Brasil
Fachin quer manifestação de Moraes sobre inquérito de fake news
Brasil
Vale vai retomar atividades na Mina de Brucutu

Mais Lidas

Polícia
Corpo de mulher é encontrado amarrado em árvore às margens da BR-262
Geral
“Em tempos de crise a solução é inovar”, diz empresária
Cidade
Morre no Rio, aos 40 anos, MC Sapão
Polícia
Jovem tem bicicleta furtada em estacionamento de supermercado