Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Cidade

Marquinhos pode adiantar barreiras fixas nas entradas da capital

Prefeitura havia confirmado que haveria em três entradas, onde apresentaram maior índice de casos suspeitos da Covid-19

29 maio 2020 - 14h14Flávio Veras

O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad afirmou nesta sexta-feira (29) que as entradas da capital podem ter barreiras fixas a partir da próxima segunda-feira (1º). A Prefeitura já havia anunciado que em três entradas e saídas da cidade teriam bloqueios por 15 dias, a partir do próximo dia 8, onde foram apresentados os maiores casos suspeitos do coronavírus (Covid-19).

A informação foi passada em uma transmissão hoje ao vivo pelo Facebook. De acordo com o prefeito, muitas pessoas indagaram essa necessidade e, devido essa demanda, a Prefeitura poderá adotara a medida. “A sociedade me perguntou, prefeito porque não barreiras fixas, ao invés de blitz? Devido a esse questionamento, nós estamos estudando o assunto. Portando, na próxima semana poderemos ter novidade sobre a medida. O certo é que teríamos blitz, mas talvez poderemos suprir esse pedido da população”, explicou.

Medida que já será adotada

A Prefeitura de Campo Grande vai continuar com as barreiras sanitárias nas saídas da Capital. Desta vez, a operação começa no dia 8 de junho e vai durar 15 dias nas saídas para São Paulo, Três Lagoas e Sidrolândia. A operação também contará com mais de 200 pessoas, com duração de 12 horas e pretende ainda, realizar blitz na Capital.

Os locais foram definidos após reunião para avaliar os resultados dos dois dias de barreira realizados nesta semana nas cinco saídas da cidade. Os pontos escolhidos apresentaram mais passageiros sintomáticos. Com o mesmo objetivo, a intenção é levar informação e orientar os motoristas que circulam de uma cidade para outra, além de realizar exames que mostram os números reais do coronavírus.

Ao passar pelo local, o motorista será abordado por profissionais da saúde, da Secretaria Municipal e voluntários, que irão aferir a temperatura corporal, informar e orientar a população sobre a prevenção ao covid-19.

Durante os dois dias mais de 9,2 mil veículos foram desinfetados e 16,3 mil pessoas abordadas. Ao todo foram identificadas 45 pessoas com sintomas gripais, sendo que 28 desses casos foram considerados suspeitos. Todos os passageiros suspeitos de estarem contaminados foram submetidos a testes rápidos, e em nenhum dos casos o exame confirmou a suspeita dos profissionais que estavam nas barreiras.

A ação acontece também em parceria com as 17 barreiras já instaladas nas fronteiras pelo governo do Estado. Ao passar por uma dessas fronteiras, o motorista recebe um adesivo, sendo liberado pela barreira sanitária.

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito, Guarda Civil Metropolitana, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Estadual de Trânsito, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, também prestam apoio nas barreiras.

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cidade
Prefeitura retoma higienização das ruas em 4 bairros nesta quinta-feira
Cidade
“Músicos podem trabalhar durante o dia”, diz Marquinhos
Cidade
Estado garante recursos para asfalto em ruas e avenidas da capital
Cidade
Marquinhos anuncia toque de recolher às 20 horas a partir de amanhã
Cidade
“Entrando na onda”: Shopping Campo Grande também realizará cinema drive-in
Cidade
Aeroporto terá novo acesso
Cidade
Prefeitura de Dourados decreta luto por morte de secretário de Agricultura Familiar
Cidade
Salário dos servidores municipais estará disponível neste sábado
Cidade
Confira o itinerário de fumacê contra o Aedes Aegypti em oito bairros
Cidade
Obra na Praça do Jardim Noroeste deve ser entregue em dezembro

Mais Lidas

Polícia
Vídeo: Guarda interrompe mais uma “festinha” na capital
Polícia
Jovem acaba com tiro na cabeça ao sair para o primeiro dia de trabalh
Educação
Pagamento das parcelas do Fies estão suspensas até 2021
Internacional
Hospital abre execessão para casal de idosos darem as mãos no último adeus