Menu
Busca domingo, 15 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Economia

Comércio de MS espera movimentar R$ 192 milhões no Dia das Mães

Os dados são resultados de pesquisa desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio-MS

25 abril 2019 - 18h30Rayani Santa Cruz, com informações da assessoria

Uma pesquisa sazonal de intenção de consumo e comemorações desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Fecomércio-MS, em parceria com o Sebrae-MS, apontam que esse ano a comemoração do Dia das Mães, deve movimentar R$ 192,51 milhões na economia de Mato Grosso do Sul.

Conforme a pesquisa, do montante, 57,35% serão destinados à compra de presentes (R$110,41 milhões) e 42,65% às comemorações (R$ 82,1 milhões).

A projeção reflete uma queda de 5,02%, na comparação com o ano passado, que pode ser justificada pelos impactos da inflação e do comportamento do consumidor sobre as comemorações dessa data. Pois apesar do aumento de 4,75% previsto para compra de presentes, há a possibilidade de redução de 15,61% no dinamismo das comemorações. 

O destaque é que “mesmo com essa projeção de redução para as comemorações, temos níveis de intenção de consumo melhores, conforme demonstrados nas pesquisas da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo), o que significa dizer que há uma maior probabilidade da intenção se transformar em consumo efetivo, logo uma oportunidade de reverter esse cenário das comemorações”, avalia o presidente do IPF-MS, Edison Araújo.

A pesquisa ouviu 2.571 consumidores de 15 municípios de Mato Grosso do Sul, entre os dias 22 de fevereiro e 11 de março de 2019, com margem de confiança de 95%. O objetivo é respaldar as estratégias dos comerciantes, a partir de informações sobre as intenções dos consumidores do estado.

Conforme a pesquisa, em 2019, 63,48% comprarão presentes e a mãe será a principal beneficiada (67,73%), sendo listadas ainda as sogras (9,96%), esposas (11,76%), avós (7,61%), filhas (2,35%) e madrinhas (0,6%).  Dentre as preferências de presentes se destacam: roupas (27,87%), perfumes/cosméticos (20,96%), bolsas e acessórios (9,16%).

As compras ocorrerão em lojas do centro (85,47%), com pagamento em dinheiro (69,09%), mas neste ano cartão de crédito e crediário terão mais espaço: 12,63% contra 9,37% e 4,13% contra 3,5%, respectivamente. Os consumidores levarão em consideração no momento da compra: preço (24,30%), produto (37,41%) e atendimento (19,37%).

O otimismo da intenção de consumo, no quesito compra de presentes para o dia das mães permaneceu em Campo Grande, Chapadão do Sul, Dourados, Nova Andradina, Ponta Porã e São Gabriel do Oeste, sendo os municípios que contribuíram para o aumento da movimentação com compra de presentes de 4,75%,

Comemorações

Um contingente de 41,15% da população participará de comemorações, enquanto que em 2018, esse percentual era de 57,28%. Os gastos também caíram de R$130,26 para R$106,82.

Nas comemorações, a alimentação em casa será a preferência da maioria (59,64%), já pelas viagens, o percentual passou de 2,72% para 0,85%.

Toka do Jacare - perkal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Brasil poderá exportar produtos lácteos para o Egito
Economia
Termômetro do Varejo: expectativa positiva com o uso do FGTS anima comércio
Economia
Inadimplência e endividamento do consumidor têm alta em agosto
Economia
Agências da Caixa ampliam horário para saques do FGTS nesta sexta
Economia
Restituição de R$ 45,3 mi do IR impusionará comércio no MS
Economia
Refis supera previsões e arrecada R$ 37,7 milhões
Economia
Caixa inicia pagamento de FGTS; veja como sacar
Economia
Mega-Sena pode sortear R$ 90 mi nesta quarta-feira
Economia
Mega-Sena acumula e prêmio pode chegar a R$ 90 mi
Economia
Pedrossian Neto diz que R$ 16 mi do pré-sal é "surpresa positiva"

Mais Lidas

Polícia
Uma igreja na mira dos golpistas
Polícia
Jovem é perseguido após discussão e morto a tiros na capital
Clima
Onda de calor volta neste fim de semana e pode registrar 43°C
Cidade
Obra revitalizará a Esplanada, Rodoviária e Mercadão