Menu
Busca sábado, 15 de maio de 2021
(67) 99647-9098
TJMS - maio21
Economia

Procon pesquisa combustível em postos de Campo Grande; maior variação é no Etanol

26 março 2013 - 10h24Edemir Rodrigues

O Etanol foi o combustível que apresentou o maior índice de variação de preços nos postos da capital segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira (25) pelo Procon. A diferença chegou a 18,24% e o produto é comercializado a preços que variam de R$ 2,029 a R$ 2,399.

O Diesel apresentou variação de 14,04% e está sendo vendido nos postos da capital com preços que variam de R$ 2,279 a R$ 2,599. A gasolina aditivada mostrou diferença de 4,13% e os preços são de R$ 2,929 a mais em conta e de R$ 3,050 a mais cara. A gasolina comum, item mais procurado nos postos de combustível está sendo vendida a R$ 2,929 a mais barata e a R$ 2,998 a mais cara. Uma variação de R$ 2,36% no preço da gasolina comum.

O superintendente do Procon, Alexandre Rezende, ressalta que o consumidor deve ficar atento à qualidade do produto, que este fator é mais importante do que achar o preço mais em conta e gerar economia na hora de abastecer. “É recomendável que o consumidor abasteça sempre no mesmo posto e de sua confiança. Este procedimento é mais seguro se o veículo apresentar algum eventual problema decorrente do combustível utilizado. Desta forma o Procon pode imputar responsabilidade a este fornecedor pelo dano causado ao consumidor”, enfatiza Alexandre.

O órgão de defesa do consumidor analisou também o abastecimento do carro bi combustível ou flex. “Se levarmos em consideração o preço médio da gasolina comum e o preço médio do etanol podemos  afirmar que em Campo Grande compensa utilizar a gasolina como combustível. Tendo em vista que o valor médio do etanol ultrapassa 70% do valor da gasolina”, explicou Alexandre.

Segundo a pesquisa essa diferença é de 72%. “Com essa diferença observada na coleta dos dados não compensa usar o etanol. Vale a pena ressaltar que todos os postos devem de maneira clara e aparente, para fácil visualização do consumidor, apresentar a informação do percentual da comparação de preços entre a gasolina e o etanol”, ponderou o superintendente.

O Procon ressalta ainda que os postos de combustível devem divulgar, em locais de fácil visualização, através de placas, os preços praticados no estabelecimento, obedecendo os parâmetros da ANP – Agencia Nacional do Petróleo. A pesquisa foi realizada no dia 12 de março de 2013, em 37 postos de combustível de diversas regiões de Campo Grande.

Clique aqui e veja a pesquisa.

Via Notícias MS

Genetica 1

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Caixa antecipa 2ª parcela do auxílio emergencial; veja o calendário
Economia
Saque do auxílio emergencial está disponível para novo grupo
Economia
Beneficiários nascidos em setembro podem sacar auxílio emergencial
Economia
Beneficiários nascidos em julho podem sacar auxílio emergencial
Cidade
Véspera do Dia das Mães lota centro da Capital
Economia
Beneficiários nascidos em junho podem sacar auxílio emergencial nesta sexta
Economia
Nascidos em maio podem sacar auxílio emergencial
Economia
Beneficiários nascidos em abril podem sacar auxílio emergencial
Economia
Trabalhadores nascidos em março podem sacar auxílio emergencial
Economia
Beneficiários nascidos em fevereiro podem sacar auxílio emergencial

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio