Menu
Busca domingo, 20 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
Aguas - super banner
Economia

Produtos de assentamentos da reforma agrária serão vendidos em supermercados

08 fevereiro 2013 - 11h21Divulgação/Empresa Brasil de Comunicação

Os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos da reforma agrária estarão disponíveis nas redes de supermercados de todo o país. A novidade foi anunciada em reunião entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e representantes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). A intenção é discutir, agora, uma agenda de trabalho para beneficiar os assentados da reforma agrária.

A parceria entre o ministério e a Abras foi firmada em 2011 e prevê a inserção de produtos da agricultura familiar nas prateleiras de supermercados de todo o Brasil. Agora, os produtos dos assentamentos da reforma agrária também farão parte da lista.

“Queremos assentamentos que tenham dinâmica econômica, que produzam alimentos e, obviamente, precisamos de canais de comercialização para isso”, avaliou o ministro interino do Desenvolvimento Agrário, Laudemir Müller, ressaltando a importância da Abras nesse processo.

O presidente do Incra, Carlos Guedes, definiu como estratégica para os assentamentos a visita do presidente da Abras, que irá reafirmar o compromisso da associação em abrir as portas para os produtos da agricultura familiar e da reforma agrária. “Foi estabelecida uma agenda de trabalho para que as famílias brasileiras possam ter, de forma bem acessível, esses produtos nas gôndolas dos supermercados”. Guedes acrescentou, ainda, que a ação respeitará as características regionais dos estados.

De acordo com o presidente da Abras, Fernando Yamada, a agenda de trabalho firmada entre o Incra e a associação já está sendo discutida. “Eu vim para conhecer o trabalho com os assentamentos. Esse é um projeto que a Abras já encampou há dois anos com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e vimos que podemos crescer mais, com os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos”, assinalou.

Parcerias
No início do ano passado, foi articulada uma parceria entre a Abras e os ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para que os produtos agricultura familiar fossem adquiridos e comercializados na rede varejista de supermercados, incluindo a capacitação e a qualificação de mão de obra de pessoas em extrema pobreza.

O acordo também prevê a inserção no mercado de trabalho dos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e o intercâmbio de informações técnicas para elaboração e execução de iniciativas envolvidas no Plano Brasil Sem Miséria.

Produtos da agricultura familiar
Foi anunciada também que as organizações de agricultores familiares de todo o país, interessadas em participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), já podem apresentar propostas à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Será realizado repasse, pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), de R$144 milhões para compra de produtos.

Os produtos adquiridos pelo programa destinam-se ao atendimento de pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e às que são atendidas pela rede socioassistencial, rede pública e filantrópica de ensino.

Via Portal Brasil

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Nascidos em julho recebem auxílio hoje e poderão sacar em outubro
Economia
Brasil e Paraguai assinam acordo para reabrir a fronteira
Economia
Pagamentos do Ciclo 1 do auxílio emergencial estão concluídos
Economia
Sidrolândia ganha unidade produtora de leitões que vai gerar 100 empregos
Economia
Caixa paga auxílio para 3,9 mi de beneficiários hoje; veja quem recebe
Economia
Comércio na fronteira terá liberação "meia boca"
Economia
Caixa paga abono salarial nesta segunda; veja quem recebe
Economia
FGTS: Caixa deposita hoje para trabalhadores nascidos em novembro
Economia
Economista aponta três fatores para aumento no preço dos alimentos
Economia
Veja quem recebe o auxílio emergencial nesta sexta

Mais Lidas

Geral
MS aumenta rigor e autuações contra queimadas já superam ano de 2019
Polícia
Queda de árvore queimada em rodovia causa acidente que deixa 12 mortos
Clima
Chuva foi pequena, mas ocorreu em 21 municípios de MS
Vídeos
AO VIVO: Acompanhe a 1ª Parada online da Cidadania e do Orgulho LGBTQIA+/MS