Menu
Busca terça, 02 de março de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Economia

Produtos de assentamentos da reforma agrária serão vendidos em supermercados

08 fevereiro 2013 - 11h21Divulgação/Empresa Brasil de Comunicação

Os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos da reforma agrária estarão disponíveis nas redes de supermercados de todo o país. A novidade foi anunciada em reunião entre o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), e representantes da Associação Brasileira de Supermercados (Abras). A intenção é discutir, agora, uma agenda de trabalho para beneficiar os assentados da reforma agrária.

A parceria entre o ministério e a Abras foi firmada em 2011 e prevê a inserção de produtos da agricultura familiar nas prateleiras de supermercados de todo o Brasil. Agora, os produtos dos assentamentos da reforma agrária também farão parte da lista.

“Queremos assentamentos que tenham dinâmica econômica, que produzam alimentos e, obviamente, precisamos de canais de comercialização para isso”, avaliou o ministro interino do Desenvolvimento Agrário, Laudemir Müller, ressaltando a importância da Abras nesse processo.

O presidente do Incra, Carlos Guedes, definiu como estratégica para os assentamentos a visita do presidente da Abras, que irá reafirmar o compromisso da associação em abrir as portas para os produtos da agricultura familiar e da reforma agrária. “Foi estabelecida uma agenda de trabalho para que as famílias brasileiras possam ter, de forma bem acessível, esses produtos nas gôndolas dos supermercados”. Guedes acrescentou, ainda, que a ação respeitará as características regionais dos estados.

De acordo com o presidente da Abras, Fernando Yamada, a agenda de trabalho firmada entre o Incra e a associação já está sendo discutida. “Eu vim para conhecer o trabalho com os assentamentos. Esse é um projeto que a Abras já encampou há dois anos com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS) e vimos que podemos crescer mais, com os produtos da agricultura familiar e dos assentamentos”, assinalou.

Parcerias
No início do ano passado, foi articulada uma parceria entre a Abras e os ministérios do Desenvolvimento Agrário e do Desenvolvimento Social e Combate à Fome para que os produtos agricultura familiar fossem adquiridos e comercializados na rede varejista de supermercados, incluindo a capacitação e a qualificação de mão de obra de pessoas em extrema pobreza.

O acordo também prevê a inserção no mercado de trabalho dos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico) e o intercâmbio de informações técnicas para elaboração e execução de iniciativas envolvidas no Plano Brasil Sem Miséria.

Produtos da agricultura familiar
Foi anunciada também que as organizações de agricultores familiares de todo o país, interessadas em participar do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), já podem apresentar propostas à Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Será realizado repasse, pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), de R$144 milhões para compra de produtos.

Os produtos adquiridos pelo programa destinam-se ao atendimento de pessoas em situação de insegurança alimentar e nutricional e às que são atendidas pela rede socioassistencial, rede pública e filantrópica de ensino.

Via Portal Brasil

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Salário de fevereiro já está na conta dos servidores públicos
Economia
Primeira parcela do novo auxílio será paga neste mês, diz Arthur Lira
Economia
Governo do Estado paga servidores nesta segunda-feira
Economia
Governo congela pauta da gasolina por 15 dias e prevê economia de R$ 0,15
Economia
Governo Federal obriga postos a detalharem preço dos combustíveis
Economia
Para acabar com ICMS, Reinaldo quer fundo de compensação
Economia
Para Longen, 2021 será o ano de retomada da economia
Economia
Petrobras anuncia 4º aumento de gasolina no ano; diesel tem 3ª alta
Economia
Bandeira tarifária tem déficit de R$ 3 bi, diz Aneel; valor será cobrado nas contas de luz
Economia
Governo tentará aprovar auxílio emergencial em três semanas

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio