Menu
Busca quarta, 13 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Governo - Festival America do Sul
Economia

Refis Natalino é aprovado na Câmara

A nova oportunidade de quitar débitos pode ter desconto de até 90%

07 novembro 2019 - 13h06Jônathas Padilha, com informações da assessoria

Os vereadores da Câmara Municipal aprovaram, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (7), o projeto de lei que possibilita que os contribuintes quitem seus débitos em até 90% de desconto.

O projeto de lei 659/19 é da autoria de todos os vereadores, por proposta dos vereadores Otávio Trad e Wiliam Maksoud, com o objetivo de que a população campo-grandense use o décimo terceiro para quitar suas dividas vencidas até a vigência dessa lei.

De acordo com a proposta, a renegociação vai ocorrer de 11 de novembro até dia 5 de dezembro. O programa prevê que os créditos podem ser quitados à vista com desconto de 90% da atualização monetária, sobre juros de crédito tributário e multa, quando houver. Caso o cidadão opte por parcelamento ou reparcelamento em até seis vezes a remissão será de 75%. Para quem pagar em 12 parcelas, o desconto cai para 30%.

A proposta segue para sanção ou veto do prefeito Marquinhos Trad para entrar em vigor.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Caixa reduz taxa de juros do cheque especial
Economia
Exportação de industrializados alcança US$ 3 bi no MS
Economia
Dólar fecha a R$ 4,142
Economia
Com até 90% de descontos, Refis Natalino começa nesta segunda
Economia
Manutenção nas vias garante economia aos cofres públicos
Economia
Fundo reduzirá tributo de álcool
Economia
Comércio de Corumbá tem prejuízo de quase R$ 5 milhões
Economia
Nascidos em abril e maio podem sacar FGTS a partir desta sexta-deira
Economia
MS terá aproximadamente R$ 122 milhões do pré-sal
Economia
Inflação oficial de outubro é a menor para o mês em 21 anos

Mais Lidas

Polícia
Homem morre após ser prensado por rolo compactador
Polícia
Idoso é preso após passar a mão nas partes íntimas de diarista
Polícia
Homem tem 80% do corpo queimado e morre a caminho do hospital
Brasil
Pesquisa revela que 84.20% são a favor da CPI da Energisa