Menu
Busca segunda, 27 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Economia

Refis Natalino é aprovado na Câmara

A nova oportunidade de quitar débitos pode ter desconto de até 90%

07 novembro 2019 - 13h06Jônathas Padilha, com informações da assessoria

Os vereadores da Câmara Municipal aprovaram, durante a sessão ordinária desta quinta-feira (7), o projeto de lei que possibilita que os contribuintes quitem seus débitos em até 90% de desconto.

O projeto de lei 659/19 é da autoria de todos os vereadores, por proposta dos vereadores Otávio Trad e Wiliam Maksoud, com o objetivo de que a população campo-grandense use o décimo terceiro para quitar suas dividas vencidas até a vigência dessa lei.

De acordo com a proposta, a renegociação vai ocorrer de 11 de novembro até dia 5 de dezembro. O programa prevê que os créditos podem ser quitados à vista com desconto de 90% da atualização monetária, sobre juros de crédito tributário e multa, quando houver. Caso o cidadão opte por parcelamento ou reparcelamento em até seis vezes a remissão será de 75%. Para quem pagar em 12 parcelas, o desconto cai para 30%.

A proposta segue para sanção ou veto do prefeito Marquinhos Trad para entrar em vigor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Economia
Pequenos negócios devem aderir Simples Nacional até dia 31
Economia
Mega-Sena acumula e deve pagar R$ 40 mi no sábado
Economia
Confiança do Consumidor recua 1,2 ponto em janeiro
Economia
Brasil e Alemanha assinam acordo de cooperação no setor agrícola
Economia
Mato Grosso do Sul é o maior exportador de tilápia do Brasil
Economia
Receita Federal recupera R$ 5,2 bilhões em dívidas de empresas
Economia
Com simplificação no processo, MS bate recorde em abertura de negócios
Economia
Campo Grande é campeã em novas empresas em 2019
Economia
Dólar sobe mais uma vez e fecha o dia a R$ 4,19
Economia
Refis segue até março com superdescontos

Mais Lidas

Oportunidade
Funtrab divulga mais de 2,5 mil oportunidades de emprego no Estado
Saúde
Prefeitura entrega obra de revitalização da base do SAMU
Justiça
Criação de vagas de desembargador em MS é questionada pela OAB
Polícia
Polícia prende terceiro acusado de atirar e matar policial