Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Educação

Inscrições para o Vale Universidade começam nesta segunda

Acadêmicos que necessitam poderão participar do processo seletivo

08 abril 2019 - 08h08Da redação com assessoria

A partir desta segunda-feira (8) o acadêmico já matriculado em Instituição de Ensino Superior (IES), conveniada ao Vale Universidade, pode realizar sua inscrição no Processo Seletivo 2019.  Para participar o estudante deve comprovar renda individual igual ou inferior a R$ 1.448,00 e ser inscrito no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico), este deve estar atualizado.

De acordo com o Governo do Eestado as exigências são para obter mais transparência no processo.  “A exigência do comprovante de inscrição no CadÚnico fará com que cada vez mais o benefício seja concedido a quem dele necessita. O Vale Universidade é uma oportunidade de crescimento tanto para quem dele participa quanto para o nosso estado”, pontuou o secretário-adjunto da Sedhast, Adriano Chadid.

Desde 2015 o Governo do Estado já investiu mais de R$ 48 milhões no Programa Vale Universidade oportunizando a permanência do acadêmico na universidade e a conclusão do ensino superior. O programa atende, em média, mais de 1,5 mil alunos.

As inscrições no Programa Vale Universidade (PVU) serão realizadas por meio do site da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) –  www.sedhast.ms.gov.br, e o edital completo pode ser conferido aqui.

Processo Seletivo 2019

Poderá se inscrever no Vale Universidade o acadêmico que comprove renda individual igual ou inferior a R$ 1.448,00 e renda familiar mensal não superior a R$ 2.896,00.

O edital traz ainda que é assegurado à administração pública o direito de verificar as informações prestadas pelo interessado por meio de visitas à residência, ao local de trabalho ou à instituição de ensino superior onde o candidato e beneficiário estiver matriculado.

Para o acadêmico da universidade privada, 70% do valor da mensalidade serão repassados pelo Governo do Estado diretamente para a IES, e 20% do valor da mensalidade serão deduzidos pela instituição de ensino superior privada conveniada ao Vale Universidade, totalizando 90%.

No caso do acadêmico da universidade pública, o valor do benefício social será equivalente à média do valor do benefício, depositado pelo Governo do Estado de Mato Grosso do Sul, diretamente, na conta bancária do acadêmico beneficiário.

Estágio

O acadêmico habilitado deverá ainda realizar estágio com carga horária de 20 horas semanais, cumpridas em jornadas de quatro horas diárias no período matutino ou vespertino, compatíveis com o horário escolar, nas instituições indicadas pela Sedhast.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Educação
Sisu convoca candidatos aprovados na lista de espera
Educação
IFMS abre 90 vagas para especialização em docência; confira
Educação
Analfabetismo cai entre 2016 e 2018 para 6,8% no Brasil
Educação
ProUni deve divulgar resultado da 1ª chamada nesta terça-feira
Educação
Prazo de matrícula do Sisu termina nesta segunda-feira
Educação
Extrato de pagamento do Bolsa Família terá alerta sobre trabalho infantil
Educação
Inscrições do ProUni encerram nesta sexta-feira
Educação
Selecionados no Sisu podem fazer matrícula a partir desta quarta
Educação
Em Brasília, estudantes de MS conquistam prêmio Cineastas 360º
Educação
UFGD tem nova reitora

Mais Lidas

Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Polícia
Pai mata filho de 7 anos após convencê-lo de que brincariam juntos
Polícia
Vídeo: Homem é executado por pistoleiros em oficina