Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Esportes

Argentina apelou para Espanha não 'levar' Messi à la Diego Costa

31 outubro 2013 - 10h01Via Terra
Semifinal do Mundial Sub-17 de 2003 na Finlândia, competição que marca o desabrochar internacional de um talento chamado Cesc Fàbregas (87). Craque da equipe espanhola, Cesc decidiu o jogo contra a Argentina com um gol na prorrogação. Treinador dos argentinos, Hugo Tocalli ouviu dos rivais que aquela partida poderia ter destino diferente se o principal companheiro de Fàbregas no Barcelona fosse convocado. Era Lionel Messi (87) de quem vale lembrar  neste momento que o Brasil trata de Diego Costa e sua opção.

Ainda naquele ano, o nome de Messi já havia sido levado duas vezes a Hugo Tocalli, responsável pelas divisões de base da seleção Argentina. Seu antecessor, José Pekerman (hoje treinador da Colômbia), contratado para ser diretor do modesto Leganés, passou a mapear os times jovens espanhóis e descobriu Lionel em uma partida do Barcelona. Contou ele à revista El Gráfico: “Hugo, por favor, sei que há pouco tempo, mas estou surpreso, é algo diferente”, disse sobre o jovem argentino, com um conselho.

“Por favor, fale com Julio (Grondona, presidente da Associação de Futebol Argentino). Ao menos marque um amistoso. Depois, se não puder levá-lo ao Sul-Americano (Sub-20 de 2005), não importa. Mas armem esse jogo”, sugeriu. Auxiliar de Marcelo Bielsa na seleção principal, o ex-zagueiro Nelson Vivas também havia escutado falar de Messi em uma viagem à Espanha em 2003. À Argentina, Vivas voltou com cinco vídeos de jogos da base do Barcelona e uma informação: os espanhóis queriam convocá-lo.

Grondona se deu conta da situação e a Argentina, às pressas, armou três partidas de sua seleção Sub-20 a alguns meses do Sul-Americano que ocorreria em janeiro. A série teve árbitros da Fifa e, no segundo jogo, Lionel Messi foi a campo na etapa complementar. A Argentina vencia o Paraguai por 2 a 0 quando Messi entrou para enfrentar garotos dois anos mais velhos. Com ele, o placar foi para 8 a 0. No campo do Argentinos Juniors-ARG, onde Diego Maradona jogou a primeira vez, Lionel marcou o sétimo.

Feita a série contra Paraguai e Uruguai, Tocalli avisou a Messi que contava com ele para o Sul-Americano Sub-20. O atacante foi convocado, classificou a Argentina e conquistou, como Bola de Ouro, o Mundial Sub-20 em julho de 2005. No mês seguinte, já estreava na equipe principal sob as mãos de, curiosamente, José Pekerman. Aos espanhóis, restou lamentar o fato de não ter o maior do mundo na melhor Espanha da história.  

A exemplo do que ocorre com Diego Costa, o que realmente prevaleceu foi o desejo de Lionel Messi representar a Argentina. Diego, entretanto, escolheu outro caminho. Na Europa desde a adolescência, ele jamais foi lembrado pela Seleção Brasileira, "mãe que só quis adotar o filho quando ficou famoso e bonito". Os argentinos, por competência ou por sorte, quiseram Messi aos 17.
Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Esportes
Marta passa Pelé na artilharia da Seleção
Esportes
Atletas da capital vão representar MS em Campeonato Jiu-Jitsu
Esportes
Yeltsin Jaques "fez história na Paralimpíadas de Tóquio", diz Rose Modesto
Esportes
Yeltsin Jacques é recepcionado pelo Corpo de Bombeiros no Aeroporto nesta terça-feira
Esportes
Tóquio 2020: Cerimônia de encerramento encanta com a beleza da diversidade
Esportes
Anvisa paralisa jogo Brasil x Argentina e jogadores poderão ser deportados
Esportes
Campeonato Brasileiro de Handebol acontece de 03 a 07 de setembro em MS
Esportes
MS recebe Campeonato Brasileiro de Handebol neste fim de semana e feriado
Esportes
Primeiro ouro de parataekwondo da história vai para brasileiro
Esportes
Brasil enfrenta Chile pelas Eliminatórias da Copa do Catar

Mais Lidas

Polícia
Homem encontra pênis decepado dentro de pote no jardim da casa da mãe
Saúde
Com 8 meses de vacinação, MS é o 1º Estado a atingir imunidade coletiva
Polícia
Homem encontra o pai morto em avançado estado de decomposição na Vila Carvalho
Brasil
Homem coloca fogo em casa com ex-mulher e filhos dentro