Menu
Busca segunda, 22 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Chuva faz sete cidades decretar situação de emergência

30 setembro 2010 - 11h28
As fortes chuvas que caíram no Estado nos últimos dias causaram estragos em pelo menos 10 municípios além da Capital. Chuva de granizo, vendaval e alagamentos deixaram sete cidades em situação de emergência e outras duas ainda podem entrar com o pedido até amanhã. O caso mais grave foi em Três Lagoas, onde oficialmente segundo a Defesa Civil houve uma vítima fatal. Uma mulher de 58 anos dormia no momento em que foi atingida por uma viga da casa onde morava. Os ventos chegaram a atingir 115 km/h, cerca de 500 árvores foram derrubadas com a força do vendaval e algumas saíram com a raiz. A informação é que há 80 famílias desabrigadas e a cidade já decretou situação de emergência, inclusive os processos já foram enviados para Brasília. De acordo com a Defesa, Dourados também já decretou a situação de emergência. No último domingo (26) choveu granizo e um forte vendaval deixou casas destelhadas e famílias desabrigadas. Na região de fronteira, a cidade de Ponta Porã também enfrentou vendaval e amanhã será decretada a situação de emergência. De acordo com a Defesa Civil a cidade está em estado de alerta e a informação é que houve um morte, mas ela não está relacionada com o vendaval. Navirai, também sofreu com a chuva de granizo e os municípios de Batayporã, Bataguassu e Selvíria decretam amanhã situação de emergência. Em Bataguassu, parte da cidade está isolada devido a uma erosão linear que deixou algumas estradas vicinais intransitáveis. As cidades de Anaurilândia e Santa Rita do Pardo já entraram em contato com a Defesa Civil, porém segundo as informações da Defesa, ainda não enviaram documentação para solicitar a situação de emergência. Em Corumbá, apesar dos ventos de até 107 km/h e várias famílias desabrigadas técnicos do Município estão entregando lonas aos desabrigados e não há previsão de solicitar estado de emergência, pois segundo a Defesa Civil, Corumbá tem como desenvolver as ações necessárias sem necessidade de intervenção da Defesa Civil estadual. Fonte: Midia Max
Roberto Carlos

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
PDV pode custar R$ 9 milhões ao estado
Geral
Aeroporto da capital movimentou 595,6 toneladas de produtos no primeiro semestre
Geral
Crea-MS seleciona estagiários para atuação em Campo Grande
Geral
Jovem que trabalhava em cemitério é descoberta e vira modelo de sucesso
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio
Geral
Novas regras do frete mínimo para caminhoneiros já estão em vigor
Geral
Show de Talentos da Maturidade acontece neste domingo no Bosque dos Ipês
Geral
Único apostador ganha prêmio de R$ 21,9 milhões na Mega-Sena
Geral
Anta de 170kg entra em tanque de esgoto
Geral
Entra em fase final de testes maior aeronave militar feita no Brasil

Mais Lidas

Polícia
Acidente na BR-262 mata dois em Rio Pardo
Economia
Abono salarial começa a ser pago na quinta-feira; confira calendário
Polícia
Homem é executado por pistoleiros em conveniência
Geral
Homem chega ao sítio do pai e comete suicídio