Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Governo/Dengue
Geral

Dados epidemiológicos atualizados da Influenza em MS são divulgados

03 julho 2012 - 10h29Reprodução

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso do Sul (SES) divulgou na tarde de segunda-feira (2), o Informe Influenza, onde são apresentados os dados técnicos sobre a situação epidemiológica com notificações, casos confirmados e em investigação registrados no estado.

De acordo com o boletim, de janeiro a 2 de julho de 2012, foram registradas 124 notificações, sendo 60 delas confirmadas como H1N1 e 20 em investigação. Desde início do ano, Mato Grosso do Sul contabiliza quatro óbitos, sendo o último registro confirmado na tarde desta segunda-feira (2), após a conclusão de exames laboratoriais de amostras coletadas de um paciente que veio a óbito no dia 19 de junho em Campo Grande. A tabela com dados epidemiológicos da Influenza está publicada no site da SES / MS, clique aqui para acessar.

A Secretaria informa a população sobre os cuidados a serem tomados para evitar riscos de contaminação pelo vírus Influenza H1N1. De acordo com a Diretoria de Vigilância em Saúde, é importante que a população mantenha os cuidados referentes à higienização das mãos com água e sabão, após tossir ou espirrar, antes de tocar os olhos, boca e nariz.

Vacinação
É importante que as pessoas que fazem parte do público-alvo que não foram imunizadas durante a Campanha Nacional de Prevenção à Gripe, realizada entre os dias 5 de maio e 1º de junho deste ano, procurem os postos de saúde de seus municípios para se vacinar. A vacina proporciona impacto direto na diminuição dos casos e gastos com medicamentos para tratamento de infecções secundárias, das internações hospitalares e da mortalidade. A vacina é segura e protege contra os três principais vírus que circularam no hemisfério sul no ano anterior, entre eles o da influenza A (H1N1). A vacina contra a gripe é a melhor estratégia disponível para a prevenção da influenza e suas conseqüências.

Em caso de sintomas, a SES informa que o paciente deve se dirigir imediatamente a uma unidade de saúde para que os cuidados médicos iniciais sejam feitos através equipes especializadas para o tratamento precoce da doença.

Via Notícias MS

CertFica

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Energisa rebate Procon e fala em reclamações improcedentes
Geral
Pesquisa mostra falta de cerveja nas prateleiras dos supermercados
Geral
Proprietária de frigorífico tem a mão presa em moedor de carne
Geral
Vídeo - Homem é filmado por vizinhos fazendo "cavalinho de pau", no bairro Sayonara
Geral
Procon já recebeu mais 15 mil reclamações este ano; Energisa lidera ranking
Geral
Jade Magalhães confirma término do noivado com Luan Santana
Geral
Com Covid-19, sambista Jorge Aragão está na UTI
Geral
Versão online do cartão do SUS está disponível no MS Digital; veja como usar
Geral
UEMS vai ofertar mais de 400 vagas para cursos de graduação a distância
Geral
Professor envia foto nu para grupo de alunos do fundamental

Mais Lidas

Geral
Energisa rebate Procon e fala em reclamações improcedentes
Internacional
Jovem é presa tentando entrar com dinamite em presídio onde estão membros do PCC
Política
Ibope - Gestão de Marquinhos tem 52% de aprovação e 16% de rejeição
Política
Projeto do marco legal das startups é encaminhado ao Congresso