Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
(67) 99647-9098
TJMS Topo
Geral

Dia da Independência: ruas serão interditadas hoje

06 setembro 2010 - 11h02
Para a preparação do desfile cívico militar em comemoração ao Dia da Independência, o governo do Estado e o Comando Militar do Oeste vão interditar o trânsito em alguns trechos da área central de Campo Grande, a partir das 18 horas de hoje (6). O palanque das autoridades será instalado no cruzamento da rua 14 de Julho e avenida Afonso Pena. Para isso, a via principal da cidade (Afonso Pena) será fechada no trecho entre a avenida Calógeras e rua 14 de Julho, somente meia pista (sentido Centro – Shopping). A rua 14 de Julho, entre as ruas 15 de Novembro e Dom Aquino, também será fechada a partir das 18 horas de hoje (6) para a colocação das arquibancadas (300 metros de estrutura), disponibilizadas para garantir maior conforto aos expectadores do desfile. Segundo estimativas dos organizadores, as pistas devem ser liberadas no dia seguinte, no período da tarde, após o desfile de 7 de Setembro. Fonte: Notícias MS

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Vídeo – Casas em chamas pelo mau uso do fogão a lenha
Geral
Após esposa cometer suicídio, homem toma veneno e morre
Geral
Após corte de 50% no Sistema S, Sesi e Senai podem fechar escolas
Geral
Idoso morre de coronavírus em Pedro Juan Caballerro
Geral
Governo usará dados de teles para monitorar circulação de pessoas
Geral
Vídeo - Mandetta "invade" live de Jorge e Mateus e pede "Fique em Casa"
Geral
Odontologia e harmonização orofacial terão live daqui a pouco
Geral
Vídeo de "barulho estranho no céu" assusta e intriga internautas
Geral
Coronavírus: DF e mais 4 estados podem ter "aceleração descontrolada" de casos
Geral
Caixa lançará aplicativo para cadastro em renda emergencial na terça

Mais Lidas

Geral
Vídeo – Casas em chamas pelo mau uso do fogão a lenha
Saúde
AO VIVO – Atualização de casos de coronavírus em MS
Polícia
Dupla em motocicleta mata dois a tiros em bar e foge
Economia
Guedes quer congelar salários de servidores por dois anos