Menu
Busca segunda, 25 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Geral

Em nota oficial, OAB cobra apuração sobre morte de Gabrielly

A entidade cobra apuração dos fatos e punição dos responsáveis

07 dezembro 2018 - 14h45Da redação

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), publicou nesta sexta-feira (7), uma nota cobrando a apuração dos fatos que culminaram na morte da pequena Gabrielly Ximenes Souza, 10 anos.

A entidade também pede a punição rigorosa dos responsáveis, diante da agressão cometida. Veja a nota na íntegra:

 “A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional de Mato Grosso do Sul (OAB/MS) vem manifestar seu profundo REPÚDIO com relação a morte da jovem Gabrielly Ximenes Souza, de apenas 10 anos, brutalmente agredida na Escola Estadual Lino Villacha, em Campo Grande.

A Ordem cobra de forma contundente a apuração dos fatos e circunstâncias por parte das autoridades competentes, bem como a punição rigorosa, nos termos da Lei, ante a agressão cometida e também a apuração dos responsáveis pela administração da escola onde ocorreu o fato.”

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Jornalistas promovem workshop “Inove sua imagem”, na capital
Geral
Segue aberto prazo para cadastro na Agehab
Geral
Lances para leilão no Detran encerram nesta segunda
Geral
Governo divulga resultado do 37º Curso de Formação da Agepen
Geral
Índios fecham ponte que liga Paraná ao Mato Grosso do Sul
Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Geral
Porto Murtinho se tornará o maior polo exportador de MS
Geral
Mulheres assinam 72% dos artigos científicos publicados pelo Brasil
Geral
Preço e confiança faz com que medicamentos genéricos cresçam no mercado
Geral
Cerca de 150 mil eleitores já utilizam o aplicativo e-Título no estado

Mais Lidas

Polícia
Imagem Forte - Homem é executado com mais de 20 disparos em Ponta Porã
Política
Vídeo - Deputado apanha de vereador e sai machucado
Saúde
Ministério da Saúde faz campanha de alerta sobre tuberculose
Brasil
Diretor Domingos Oliveira morre aos 83 anos no Rio