Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Gilmar Mendes quer retomar julgamento que envolve Moro

O ministro pretende levar o caso à Segunda Turma até novembro

14 outubro 2019 - 10h32Priscilla Porangaba, com informações do R7

Depois de ter duas sentenças anuladas pelo Supremo Tribunal Federal (STF), o ex-juiz e atual ministro da Justiça, Sergio Moro, corre o risco de sofrer uma nova derrota na conclusão do julgamento do habeas corpus em que a defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva o acusa de agir com parcialidade ao condená-lo no caso do triplex do Guarujá (SP).

O ministro Gilmar Mendes pretende levar o caso à Segunda Turma até novembro.

Integrantes da Corte dizem que o ideal é o julgamento ser retomado apenas quando o voto de Celso de Mello estiver "amadurecido", já que a definição do resultado deve caber ao decano - que sinalizou, nos bastidores, a possibilidade de se alinhar a Gilmar e a Ricardo Lewandowski a favor do pedido do petista para derrubar a condenação.

Os ministros Edson Fachin e Cármen Lúcia já votaram contra o pedido do ex-presidente.

Se o pedido for aceito, seria a terceira vez que o Supremo anularia uma sentença de Moro só neste semestre. Em agosto, por 3 a 1, a Segunda Turma derrubou a condenação que havia sido imposta ao ex-presidente da Petrobras e do Banco do Brasil Aldemir Bendine, sob a alegação de que o executivo fora obrigado a entregar sua defesa no mesmo momento em que delatores da Odebrecht apresentaram suas alegações finais, sem poder, assim, rebater as acusações.

À época, pela primeira vez a ministra Cármen Lúcia não acompanhou o relator da Lava Jato, Edson Fachin, no julgamento de casos cruciais da operação na Segunda Turma.

A posição de Cármen foi interpretada como sinal de que mesmo magistrados mais favoráveis à Lava Jato poderiam se opor ao que alguns chamam de excessos de juízes e procuradores.

No início deste mês, o plenário também derrubou a condenação do ex-gerente da Petrobras Marcio de Almeida Ferreira em um caso similar ao de Bendine. Falta ainda definir a tese que pode abrir brecha para a anulação de mais condenações, como a de Lula no caso do sítio de Atibaia. 

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Um morre e dois ficam presos às ferragens em acidente na BR-267
Geral
Chuvas deixam mais de 600 pessoas desabrigadas
Geral
Ex-piloto da Stock Car, Tuka segue está em estado grave após acidente aéreo
Geral
Mega-Sena pode pagar R$ 10,5 mi neste sábado
Geral
Começa o período de defeso para algumas espécies de peixe
Geral
"Nova etapa de evolução política" Mourão exalta 130 anos da República
Geral
Sábado começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital
Geral
Prefeitura lamenta ocorrido e esclarece motivo de atraso do Morenão
Geral
Vai viajar no feriado? Aeroporto da capital opera sem atrasos e cancelamentos
Geral
Ex-prefeito de Dois Irmãos, "Cascão", morre aos 87 anos

Mais Lidas

Polícia
Guarda Municipal é preso viajando com 40 quilos de cocaína
Cidade
"Direito de ir e vir" diz guarda sobre uso de spray de pimenta em protesto
Esportes
Vídeo - veja como foi o resgate de Pedro Scooby após acidente no mar
Polícia
Bebê de 1 ano cai em vasilha de comida de porcos e morre afogada