Menu
Busca domingo, 17 de novembro de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Já são 76 radares multando nas ruas da capital

As multas para quem infrigir as leis de trânsito variam entre R$ 130 a R$ 880

28 setembro 2019 - 13h14Da Redação

A Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) tem feito um trabalho maciço nas instalações de radares em Campo Grande. E de dezembro de 2018 até ofim deste mês foram instalados 76 redutores de velocidade em toda a capital, que já operam de forma efetiva.

Na última semana de setembro dois aparelhos saíram do período educativo e começaram a multar os condutores que abusam da velocidade ou que avançam o sinal vermelho. Dos radares que começaram a multar na última sexta-feira (27), quatro estão instalados no cruzamento das avenidas Afonso Pena com a Ernesto Geisel e dois na avenida Tamandaré, na altura da rua Netuno.

Já no início deste mês, na quinta-feira (3), em três pontos da cidade os radares sairão do teste e já multarão de forma efetiva. Os locais são: av. Heraclito J. D. de Figueiredo com r. Veridiana (centro-bairro) 50 km; av. Heraclito J. D. de Figueiredo com r. Veridiana (bairro-centro) 50 km/h; av. Gunter Hans, 3.510 (centro-bairro) 50 km/h. 

Com os novos aparelhos, Campo Grande agora conta com 74 aparelhos em operação efetiva, ou seja, multando.

Valores das multas aplicadas

De acordo com a resolução 396/2011, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), os valores das multas por ultrapassar o limite de velocidade são os seguintes: a infração é classificada como média quando a velocidade considerada for superior à máxima permitida para a via em até 20%. Nesse caso, o valor da multa é de R$ 130,16 mais 4 pontos na carteira.

A infração é grave quando a velocidade considerada for superior à máxima em mais de 20%, mas sem ultrapassar 50%. A multa é de R$ 195,23 mais 5 pontos.

A infração é gravíssima quando a velocidade considerada for superior à máxima permitida em mais de 50%. Para esses casos, a multa é de R$ 880,41 mais 7 pontos.

Ainda de acordo com o Contran, o condutor que comete uma infração gravíssima corre o risco de ter a suspensão imediata do direito de dirigir. A suspensão acontece independentemente se o motorista tem ou não mais pontos em seu prontuário.

No caso de uma conversão em local proibido flagrada pelos radares, a ação do motorista é considerada grave e, como já citado anteriormente, o valor pode chegar a R$ 195,23 mais 5 pontos na carteira.

Athus Ingles

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Um morre e dois ficam presos às ferragens em acidente na BR-267
Geral
Chuvas deixam mais de 600 pessoas desabrigadas
Geral
Ex-piloto da Stock Car, Tuka segue está em estado grave após acidente aéreo
Geral
Mega-Sena pode pagar R$ 10,5 mi neste sábado
Geral
Começa o período de defeso para algumas espécies de peixe
Geral
"Nova etapa de evolução política" Mourão exalta 130 anos da República
Geral
Sábado começa sem atrasos e cancelamentos no aeroporto da capital
Geral
Prefeitura lamenta ocorrido e esclarece motivo de atraso do Morenão
Geral
Vai viajar no feriado? Aeroporto da capital opera sem atrasos e cancelamentos
Geral
Ex-prefeito de Dois Irmãos, "Cascão", morre aos 87 anos

Mais Lidas

Polícia
Guarda Municipal é preso viajando com 40 quilos de cocaína
Cidade
"Direito de ir e vir" diz guarda sobre uso de spray de pimenta em protesto
Esportes
Vídeo - veja como foi o resgate de Pedro Scooby após acidente no mar
Polícia
Bebê de 1 ano cai em vasilha de comida de porcos e morre afogada