Menu
Busca quinta, 21 de março de 2019
(67) 99647-9098
Geral

Manutenção de leão custará R$ 27 mil, aponta ativista

26 julho 2011 - 10h31Ivinotícias

Deve custar pelo menos R$ 27 mil a mudança e a manutenção do leão Simba, que vive solitário em um zoológico de Ivinhema, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande, para o Recanto dos Gnomos, uma organização não governamental (ONG) que abriga animais vítimas de violência e abandono, em Cotia, São Paulo.

O cálculo foi feito pela psicóloga Fátima Nogueira, ativista ambiental e criadora de uma comunidade da internet formada por mais de mil seguidores, que se mobilizou pela história do animal. Segundo Fátima, somente o aluguel do caminhão, que transportará a jaula do felino de Mato Grosso do Sul para São Paulo, custará R$ 3 mil.

"Do valor total, R$ 24 mil serão destinados para a manutenção pelo período de dois anos no recanto. Sozinha, a ONG não tem condições de bancar a manutenção do animal, que vai custar aproximadamente R$ 1 mil por mês, entre despesas com tratador, água, energia elétrica, medicamentos, veterinário e até com a castração do felino", explica.

A ativista diz que no cálculo ainda não estão computados as despesas com a viagem, estadia e alimentação da equipe multidisciplinar que vai preparar o animal para a viagem e depois acompanhá-lo no translado.

Conforme Fátima, a viagem do solitário leão ainda não tem data prevista, já que depende dos recursos financeiros, mas para acelerar o processo foi iniciada uma campanha de arrecadação nas redes sociais.

Planejamento

A ativista diz que enquanto os recursos não são obtidos já foi iniciado o planejamento da viagem do leão para o seu novo lar. Ela explica que uma equipe de sete pessoas viajará de São Paulo para Mato Grosso do Sul para acompanhar Simba na jornada. Dois grupos vão viajar com o felino no caminhão e o restante vai voltar para Cotia para preparar a recepção ao animal.

Doações

Sobre as doações, Fátima comenta que um grande número de pessoas já está colaborando com a campanha. "Recebemos a doação de um quadro, de uma bolsa de marca e um netbook, que iremos rifar. E tudo é controlado e transparente. Tudo é postado na nossa página", comenta a ativista. "Além dessas doações, nós estamos lutando para conseguirmos patrocínios também, mas tudo ainda incerto", completa.

Sesc Novo

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Rio Miranda pode transbordar nos próximos dias, alerta Imasul
Geral
Pecuarista é autuado em R$ 41 mil por desmatamento ilegal
Geral
Debate sobre proibição do narguilé é adiado por falta de energia
Geral
Fumacê passa por 12 bairros nesta quarta
Geral
Reinaldo quer solução definitiva para assoreamento no Parque das Nações
Geral
"5º Costelão do Cotolengo Sul-Mato-Grossense" acontece em abril
Geral
Massacre em Suzano completa uma semana
Geral
Prefeito e governador entregam moradias no loteamento Bom Retiro
Geral
Drogasil e Drogaria São Leopoldo são autuadas pelo Procon
Geral
Superlua poderá ser vista hoje nas américas do Sul e Norte

Mais Lidas

Polícia
Orgia em motel vira caso de polícia
Polícia
Imagens fortes - Mais um é executado em menos de 24 horas na fronteira
Polícia
Vídeo - Um morre e outro fica ferido em execução na fronteira
Polícia
Adolescente é estuprada por quatro homens em Aquidauana