Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021
(67) 99647-9098
Governo Balada - topo - abril21
Geral

Manutenção de leão custará R$ 27 mil, aponta ativista

26 julho 2011 - 10h31Ivinotícias

Deve custar pelo menos R$ 27 mil a mudança e a manutenção do leão Simba, que vive solitário em um zoológico de Ivinhema, cidade a 297 quilômetros de Campo Grande, para o Recanto dos Gnomos, uma organização não governamental (ONG) que abriga animais vítimas de violência e abandono, em Cotia, São Paulo.

O cálculo foi feito pela psicóloga Fátima Nogueira, ativista ambiental e criadora de uma comunidade da internet formada por mais de mil seguidores, que se mobilizou pela história do animal. Segundo Fátima, somente o aluguel do caminhão, que transportará a jaula do felino de Mato Grosso do Sul para São Paulo, custará R$ 3 mil.

"Do valor total, R$ 24 mil serão destinados para a manutenção pelo período de dois anos no recanto. Sozinha, a ONG não tem condições de bancar a manutenção do animal, que vai custar aproximadamente R$ 1 mil por mês, entre despesas com tratador, água, energia elétrica, medicamentos, veterinário e até com a castração do felino", explica.

A ativista diz que no cálculo ainda não estão computados as despesas com a viagem, estadia e alimentação da equipe multidisciplinar que vai preparar o animal para a viagem e depois acompanhá-lo no translado.

Conforme Fátima, a viagem do solitário leão ainda não tem data prevista, já que depende dos recursos financeiros, mas para acelerar o processo foi iniciada uma campanha de arrecadação nas redes sociais.

Planejamento

A ativista diz que enquanto os recursos não são obtidos já foi iniciado o planejamento da viagem do leão para o seu novo lar. Ela explica que uma equipe de sete pessoas viajará de São Paulo para Mato Grosso do Sul para acompanhar Simba na jornada. Dois grupos vão viajar com o felino no caminhão e o restante vai voltar para Cotia para preparar a recepção ao animal.

Doações

Sobre as doações, Fátima comenta que um grande número de pessoas já está colaborando com a campanha. "Recebemos a doação de um quadro, de uma bolsa de marca e um netbook, que iremos rifar. E tudo é controlado e transparente. Tudo é postado na nossa página", comenta a ativista. "Além dessas doações, nós estamos lutando para conseguirmos patrocínios também, mas tudo ainda incerto", completa.

APP JD1_apple

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Ninguém acerta e Mega-Sena deve pagar R$ 33 milhões no próximo concurso
Geral
Jovem tenta ultrapassagem e morre ao bater moto em pneu de caminhão
Geral
Pandemia diminuiu dois anos na expectativa de vida do brasileiro; diz estudo
Geral
"Em busca da liberdade de culto", marcha da Família Cristã acontece neste domingo
Geral
Semana terá votação sobre auxílio a bares e debate sobre preços de remédios
Geral
Motociclista atingido por carro que 'roletou' tem suspeita de fratura nas pernas
Geral
Quase 12 milhões de contribuintes já enviaram declaração do Imposto de Renda
Geral
Nova lei entra em vigor com alterações sobre uso de farol em rodovias
Geral
Jovem de 19 anos morre durante colisão contra carreta na BR-267
Geral
Covid: Morre Geraldo Escobar, ex-presidente da OAB

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio