Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
(67) 99647-9098
Geral

Procon-MS autua novamente agência do Bradesco

Fiscais estiveram em uma agência e constataram irregularidades

07 maio 2019 - 13h18Matheus Henrique, com informações da Assessoria

Por meio de denúncias recebidas pelo aplicativo “fale conosco”, fiscais do Procon-MS estiveram, mais uma vez, em uma agência do Bradesco e constataram irregularidades comuns em diferentes agências do banco.

Na agência, localizada na avenida Costa e Silva, os ficais constataram a inexistência de senhas para atendimento prioritário nas mesas, a emissão de comprovantes de atendimento em papel termossensível, além da demora no atendimento dos serviços nos guichês, que estava sendo de aproximadamente meia hora.  Segundo a legislação, em dias normais, o atendimento deve ser em no máximo 15 minutos.

Segundo o Procon-MS, as irregularidades no Bradesco são recorrentes. Todas as agências já fiscalizadas pelo órgão estadual apresentam o mesmo tipo de mau atendimento, o que provoca prejuízos aos clientes. A cada denúncia, se constado o ato de infração, a empresa pode receber multa.

Terra Benta

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Fazendeiro que matou eletricista deve R$ 28 mil de luz
Geral
Vídeo - Queimadas destruíram oito pontes no Estado
Geral
Vídeo - Leonardo cai com carro dentro de rio e diz estar “vivendo um inferno”
Geral
Vídeo: SBT faz propaganda do último episódio de Hebe, série exibida na Globo
Geral
Indústria foi campeã de contratações em agosto de 2020
Geral
Reinaldo paga servidores nesta quinta
Geral
Pastor Dinho melhora e já está consciente
Geral
Campo-grandenses têm até 1h da madrugada para "ficar na rua"
Geral
Vitinho Park reabre nesta quarta
Geral
Fazendeiro mata eletricista que cortou luz por inadimplência

Mais Lidas

Polícia
Homem é espancado com pedaço de pau no Caiobá após ser atacado por cachorro
Saúde
Taxa de contágio cai para 1.00 mesmo com 533 novos casos de coronavírus em MS
Esportes
Águia Negra vence por 3 a 2 e assume a 3ª colocação do grupo A5 da Série D
Justiça
MP procura Juliana Zorzo