Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
(67) 99647-9098
TJMS setembro20
Geral

Projeto de instituto busca acolher refugiados por meio da Língua Portuguesa

Estudo pretende contribuir para a integração social de migrantes em Corumbá

05 dezembro 2018 - 13h57Da redação com assessoria

A situação dos refugiados no município de Corumbá é tema de um projeto de pesquisa desenvolvido pelo campus do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). O estudo prevê o levantamento estatístico dos migrantes, a partir da quantificação e identificação de acordo com sexo, idade, origem e proteção almejada, e a oferta de um curso de Língua Portuguesa.

A coordenadora da pesquisa e professora de Língua Portuguesa, Renilce Barbosa, explica que o objetivo é contribuir para a integração social de refugiados em Corumbá, por meio do estudo da relação entre sujeito, história e língua, fomentando a ampliando as políticas públicas de ensino da Língua Portuguesa como mecanismo de acolhimento.

Também está prevista a realização de um curso de Língua Portuguesa ao público-alvo do projeto. "Esse curso será ministrado nas instalações do IFMS em Corumbá, numa relação colaborativa entre professores e alunos da instituição com o intuito de oportunizar o protagonismo juvenil", explicou o professor José Augusto.

Reconhecimento

O projeto de pesquisa intitulado “Em questão: língua de acolhimento – Português para refugiados no contexto corumbaense”, foi premiado na edição 2018 da Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal (Fecipan), realizada no mês de outubro, em Corumbá.

No evento, a pesquisa recebeu três prêmios: melhor banner, melhor relatório e melhor projeto do ensino médio 2018. O trabalho também foi credenciado para participar da edição 2019 da Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), promovida pela Universidade de São Paulo (USP), que ocorrerá no mês de março na capital paulista.

Além da participação na Fecipan, um minicurso sobre o tema foi ministrado na Semana de Ciência e Tecnologia do IFMS. “Por meio de dinâmicas e palestras, procuramos mostrar aos participantes como é ser um refugiado no Brasil e as dificuldades que enfrentam no dia a dia”, comentou a estudante bolsista.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Agehab deve entregar 352 apartamentos ainda este ano na capital
Geral
Live debaterá pandemia entre idosos
Geral
Vídeo: Mulher encontra cobra em saco de laranjas do Atacadão
Geral
Sanesul elabora medidas para não faltar abastecimento de água em Corumbá
Geral
Militar do exército morre em acidente de trânsito na capital
Geral
Jovem comete suicídio em salão
Geral
Procon intermediará acordo de Sindicato de transporte escolar e financiadores de vans
Geral
Pantanal tem maior número mensal de focos de incêndios na história
Geral
Alguém viu o Steferson? Jovem desapareceu no Canguru
Geral
Guarda resgata gambá ferido no cemitério Santo Amaro

Mais Lidas

Justiça
Nova diretoria da Aprems tomou posse nesta sexta-feira
Cidade
Golpistas se passam por arquitetos na capital
Polícia
Vídeo - Irmão de prefeito mata candidato a vereador a tiros após live
Geral
Agehab deve entregar 352 apartamentos ainda este ano na capital