Menu
Busca segunda, 01 de março de 2021
(67) 99647-9098
Governo - campanha estado que cresce - Topo
Geral

Sindicato dos Bancários se manifesta contra reestruturação no Banco do Brasil

A direção do BB anunciou um plano de reestruturação que prevê o fechamento de agências e demissão de 5 mil trabalhadores

15 janeiro 2021 - 10h10Da redação, com informações da Assessoria

O Sindicato dos Bancários de Campo Grande se manifestou na manhã desta sexta-feira (15), retardando em uma hora a abertura da agência do Banco do Brasil no Parque dos Poderes, se posicionando contra a reestruturação da agência.

A abertura da agência do Parque dos Poderes vai ser retardada, das 8h para as 10h. Ao JD1 Notícias, o diretor do Sindicato e funcionário do Banco do Brasil, Rubens Jorge Alencar, afirmou que a medida é para que a população e o banco saibam o quanto a reestruturação que irá dispensar 5 mil funcionários. “Vamos retardar a abertura por uma hora, pois essa agência vai sofrer uma alteração de tipologia, vai deixar de ser agência a passar a ser um posto de atendimento, a ideia é a manifestação para fazer o registro da situação, porque ela impacta não só os bancários, mas também a população”, alegou.

“Retardar a abertura cria uma fato de que estamos conversando com a comunidade para que a população fique ciente do que está ocorrendo’, finalizou Rubens Jorge.

No dia 11 de janeiro, a direção do Banco do Brasil anunciou um plano de reestruturação que prevê o fechamento de agências e outras unidades, além de um Plano de Demissão Voluntária (PDV) que tem por meta dispensar 5 mil trabalhadores do banco, entre outras medidas consideradas muito ruins.

Cerca de 1.091 bancários do Banco do Brasil que estão na base do SEEBCG-MS poderão ser atingidos pelas mudanças. Com isso o sindicato fez uma carta aberta sobre a situação.

"A direção do Banco do Brasil quer fazer mudanças em 870 pontos de atendimento por meio do fechamento de agências, postos de atendimento e escritórios. Serão centenas de agências fechadas, muitas delas em cidades do interior do país que não dispõem de outras instituições bancárias. Outro ponto do plano é a meta de dispensar 5 mil funcionários, agravando ainda mais o atendimento à população.

O que está por trás dessas medidas é o desmonte do Banco do Brasil, um banco público que tem um papel histórico no desenvolvimento econômico do país. O Banco do Brasil e seus funcionários atuaram na linha de frente no atendimento à população durante a pandemia, com todas as dificuldades que a falta de estrutura da instituição trouxe para nosso trabalho. A população será prejudicada de diversas formas com essa reestruturação. Uma delas é a redução dos caixas executivos, que vai afetar diretamente o serviço de atendimento ao público.

Os funcionários do Banco do Brasil não vão aceitar essa arbitrariedade da direção do banco. Estão dispostos a iniciar um calendário de lutas que não descarta a greve como ferramenta para barrar esse ataque ao BB. Convocamos a população a protestar contra essa reestruturação do Banco do Brasil, que aumenta o desemprego e piora o atendimento, uma reestruturação que faz parte de um plano maior de desmonte geral do serviço público no Brasil".

Peniel - amigos da pizza

Deixe seu Comentário

Leia Também

Geral
Google oferece capacitação profissional gratuita para mulheres
Geral
COVID - Morre o jornalista Valdenir Rezende, aos 55 anos
Geral
Galo usado em rinha ilegal mata o próprio dono
Geral
Aposta do Rio leva sozinha prêmio de R$ 49 milhões da Mega-Sena
Geral
Estado e Receita Federal avaliam alfandegas nas fronteiras
Geral
Encerra amanhã as inscrições para concorrer a 150 apartamentos na capital
Geral
Júnior Mochi com Covid
Geral
Jovem de 18 anos morre em acidente de moto
Geral
Prêmio de R$ 30 mi pode ser pago na Dupla de Páscoa
Geral
COVID: Paraná entra em lockdown a partir desta sexta

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio