Menu
Busca quarta, 27 de maio de 2020
(67) 99647-9098
TJ MS maio20
Justiça

Alexandre Magno comandará MP em MS

Nome do promotor ainda depende da sanção do governador Reinaldo Azambuja; nomeação no meio político, porém, é tida como certa

03 abril 2020 - 17h29

O promotor de Justiça, Alexandre Magno Benites de Lacerda, lidera o resultado da eleição da lista tríplice que definirá o novo Procurador-Geral de Justiça (PGJ) do Ministério Público de Mato Grosso do Sul para o biênio 2020/2022.

Com 88% dos votos, Alexandre Magno venceu seus colegas de Paulo César Zeni e Ricardo de Melo Alves, na lista tríplice para comandar o MP-MS. O nome do promotor ainda depende da sanção do governador Reinaldo Azambuja. No meio político, a nomeação de Alexandre Magno, porém, é tida como certa. 

A votação ocorreu pelo Sistema de Eleição Eletrônica, em virtude das medidas adotadas para conter o avanço do novo coronavírus (Covid- 9). Segundo o MP-MS, pela primeira vez na história do órgão, um Promotor de Justiça ocupará o cargo mais alto na hierarquia Institucional.

A Comissão Eleitoral foi composta pelos Procuradores de Justiça: Sérgio Luiz Morelli, Presidente; Hudson Shiguer Kinashi; Mauri Valentim Riciotti; Irma Vieira de Santana e Anzoategui; e Olavo Monteiro Mascarenhas. Já o secretariado ficou a cargo da promotora Bianka Karina Barros da Costa.

Veja os três mais votados:

1º Alexandre Magno Benites (191 votos)

2º Paulo César Zeni (120 votos)

3º Ricardo de Melo Alves (107 votos)

MP divulgou resultado há pouco resultado da eleição

Currículo

Alexandre Magno Benites de Lacerda é graduado em Direito pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) no ano de 2000. Mestre em Processo Penal e Garantismo pela Universidade de Girona/Espanha (UdG) e Pós-graduado latu sensu em Direito Penal e Processo Penal pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).

Atuação profissional

Trabalhou como oficial de promotoria no Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul, em Campo Grande, no ano de 2001. Posteriormente, atuou como técnico administrativo e exerceu apoio jurídico (na área do patrimônio público) no Ministério Público Federal, em Campo Grande, nos anos de 2001 a 2004.

Promotoria

Em 2004, assumiu o cargo de promotor de Justiça Substituto do Ministério Público do Estado de Mato Grosso do Sul. Foi o promotor de Justiça titular da comarca de São Gabriel do Oeste de 2004 a 2013. Desde 2013 é o 37º promotor de Justiça de Campo Grande.

Foi Presidente da Associação Sul-Mato-Grossense dos Membros do Ministério Público (ASMMP) por dois mandatos, 2011-2013 e 2013- 2015. Exerceu o cargo de Secretário-Geral da Associação Nacional dos Membros do Ministério Público (CONAMP), nos anos de 2014 a 2016.

Foi Secretário Executivo do Conselho Nacional dos Procuradores-Gerais do Ministério Público dos Estados e da União (CNPG), em 2019 e 2020. Já em 2015, ocupou o cargo de Chefe de Gabinete do Procurador-Geral de Justiça de fevereiro de 2015 a janeiro de 2020.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Operação da PF mira Roberto Jefferson, blogueiro, deputado de SP e empresário Luciano Hang
Justiça
“Quem desvia dinheiro público em meio à pandemia, é sociopata”, diz procurador-geral
Justiça
Ladário: Justiça suspende decreto que previa orações para conter pandemia
Justiça
Ao vivo: JD1 entrevista o novo Procurador-Geral de MS, Alexandre Magno
Justiça
CPI acusa Energisa de alterar resolução da Aneel para barrar perícia
Justiça
Assembleia fechará semestre em home office
Justiça
Reinaldo interpela o deputado Contar
Justiça
Veja a lista de escolas que terão desconto de até 25% nas mensalidades
Justiça
Justiça afasta adolescente de casa por abusar da irmã de 7 anos
Justiça
Farmácia terá que pagar R$ 20 mil à mulher que foi aliciada em atendimento

Mais Lidas

Saúde
Barreiras sanitárias abordaram mais de 8 mil pessoas na capital
Geral
Mandetta entra em “quarentena remunerada” e é proibido de ter cargos privados por 6 meses
Geral
Mega-Sena pode sortear prêmio de R$ 33 milhões nesta quarta-feira
Polícia
Homem é encontrado morto em fazenda de MS