Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 99647-9098
TJMS março-19
Justiça

CNJ vai votar auxílio-moradia para magistrados

A proposta prevê teto no valor de R$ 4.377,73, desta vez com algumas restrições

17 dezembro 2018 - 15h22Da redação

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) deve votar nesta terça-feira (18), na última sessão do ano, a regulamentação de um novo auxílio-moradia para juízes, após o benefício ter sido extinto em novembro deste ano.

A proposta apresenta como teto o valor de R$ 4.377,73, o que já vinha sendo pago anteriormente, mas agora com algumas restrições como a necessidade de comprovação do gasto com o aluguel. Outra restrição é que o benefício só deverá ser concedido ao magistrado designado para atuar em localidade diferente daquela para qual prestou concurso e somente se um imóvel funcional não esteja disponível. Também não terá direito aquele juiz que possua imóvel próprio onde trabalha.

A tendência é que a proposta, cujo texto foi "costurado" pelo presidente do CNJ, ministro Dias Toffoli, seja aprovada pelos conselheiros. Não há uma estimativa de quantos magistrados estariam aptos a receber o novo auxílio-moradia.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Leia a decisão que soltou Temer
Justiça
Daniel Castro é reconduzido ao cargo de diretor da EJE-MS
Justiça
Homem terá que pagar R$ 120 mil por transmitir HIV para ex-mulher
Justiça
STJ revoga prisão de André
Justiça
Em cinco anos, 155 pessoas foram condenadas na Lava Jato
Justiça
Justiça Eleitoral pode julgar crime comum, decide STF
Justiça
CNJ convoca juiz Albino Neto para auxiliar em projeto
Justiça
"Taxista de vovó" vai responder por homicídio duplamente qualificado
Justiça
Raul Freixes é preso, passa mal e vai parar em UPA
Justiça
Justiça recua e suspende despejo de índios invasores

Mais Lidas

Geral
Cantor sertanejo morre em acidente na BR-163
Polícia
Corpo sem cabeça é encontrado em estado de decomposição
Polícia
Trabalhadores encontram corpo no rio Anhanduí
Geral
Porto Murtinho se tornará o maior polo exportador de MS