Menu
Busca sexta, 18 de outubro de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

Desembargador Sideni Pimentel, julgará HC de Jamil Name e filho

Pedido foi protocolado pelo advogado Renê Siufi

28 setembro 2019 - 11h22Da Redação

O desembargador Sideni Soncini Pimentel, que está no plantão do Tribunal de Justiça, já recebeu o pedido de habeas corpus dos empresários Jamil Name e Jamil Name filho. 

Name é conhecido pelas boas relações que tem com o judiciário, mas poucos se arriscam a prever o resultado do pedido, protocolado na noite de ontem, pelo advogado Renê Siufi.

Representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), fizeram apelação semelhante em favor do advogado Alexandre Franzoloso, e Pimentel teria prometido analisar esse caso ainda no sábado, por se tratar de um advogado.

Caso

Jamil Name e seu filho Jamil Name Filho foram presos na sexta-feira (27), durante a Operação Ormetá deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Garras), em Campo Grande.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Casal acusado de matar bebê tem recurso negado pela justiça
Justiça
Votação sobre prisão em 2ª instância ficará para outra semana, diz Toffoli
Justiça
TJ mantém milícia presa e grupo deve seguir para presídio federal em Mossoró
Justiça
Taco com arame farpado vai para perícia
Justiça
Ministro notifica Bolsonaro a explicar acusação de queimadas às ONGs
Justiça
OAB recorre desição do CNJ sobre falta de igualdade entre os magistrados
Justiça
Projeto que agiliza divórcio de vítima de violência é aprovado na Câmara
Justiça
“Ostentação” de gerente da milícia, a preocupação do chefão, conheça o dia a dia do sub mundo
Justiça
AO VIVO – STF retoma discussão que pode mudar os rumos da Lava Jato
Justiça
“Desembargadores de merda”, gritava Jamil Name ao ser preso, diz Gaeco

Mais Lidas

Polícia
Assalto em aeroporto leva pânico a passageiros e deixa dois seguranças baleados
Geral
Condutora bate carro no muro do Detran em exame para tirar a CNH
Polícia
Briga em bar termina com dois homens esfaqueados
Esportes
Vascaínos são espancados por flamenguistas em posto