Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
(67) 99647-9098
Justiça

Força Nacional será enviada para amenizar conflitos em Dourados

Medida do Ministério Público visa diminuir os conflitos de terras entre fazendeiros e indígenas

16 janeiro 2020 - 13h36Sarah Chaves, com informações do G1

Após solicitação da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o Ministério Público enviou a Força Nacional para Dourados e Caarapó, na tentativa de conter os intensos conflitos entre indígenas e produtores rurais

De acordo com informações da justiça, os homens da Força Nacional deverão permanecer por cerca de seis meses na região. Recentemente policiais do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), Força Tática e Polícia Rodoviária Estadual (PRE) sofreram ataque dos indígenas após irem ao local.

A Força Nacional deve ficar na região por seis meses, segundo informações da Justiça, onde cerca de 50 índios fizeram um bloqueio na estrada, armados com facões e armas de fogo. Eles teriam atirado contra a Polícia, que foi ao local tentar desbloquear a pista após um tiroteio que feriu vários indígenas e um segurança de fazenda.

Nos últimos anos, a área tem sido marcada por diversas brigas, o motivo é a disputa por terras. Grupos de índios vivem acampados na região, a qual eles denominam 'retomada’.

O último confronto registrado na área é alvo de inquérito do Ministério Público Federal (MPF). De acordo com o órgão, testemunhas já foram ouvidas e vídeos que mostram o conflito vão passar por perícia.

A defensora pública da União, Daniele de Souza Osório, disse que até fevereiro outras medias devem ser tomadas sobre o assunto, inclusive, com uma visita do Conselho Nacional de Direitos Humanos em Dourados'.

Vacinne

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Justiça quer diálogo antes de decidir sobre “fechamento”
Justiça
MPF quer que Valdemiro pague indenização por falsa cura do coronavírus com feijões
Justiça
"Fecha ou não fecha", Justiça dá três dias para Marquinhos se posicionar
Justiça
TJ bate recorde em julho
Justiça
Para não "estimular" mais crimes, Justiça mantém condenação por furto de bicicleta
Justiça
Metalfrio é impedida de demissão coletiva sem negociação com sindicato
Justiça
TJ recua e só 'reabre' dia 23 de agosto
Justiça
MP diz que ação conjunta nas ruas já mostra resultados
Justiça
Casal consegue divórcio por Whatsapp no MS
Justiça
Por decisão do STF, contas de bolsonaristas no Twitter são retiradas do ar

Mais Lidas

Saúde
"Pequenas melhoras", diz Papy sobre apóstolo intubado com coronavírus
Polícia
Vídeo - motociclista cai em bueiro após ser atingida por carro
Geral
Com Covid-19, delegado de MS é transferido para o hospital Albert Einstein em São Paulo
Geral
Serralheria Campo Grande pagará R$178.348,60 por lesar clientes