Menu
Busca quinta, 19 de setembro de 2019
(67) 99647-9098
Justiça

Justiça absolve Olarte por ter aberto hospital pediátrico

"O fechamento do Hospital sim foi um ato de improbidade, pois foi intencional e só gerou prejuízos para Campo Grande”, afirmou a defesa do ex prefeito

29 agosto 2019 - 13h35Sarah Chaves, com informações da assessoria

O Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul absolveu na terça-feira (27), o ex vice-prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte da denúncia por suposta “desonestidade” na administração do Centro Especializado em Medicina Pediátrica (Cempe), que funcionava em prédio do antigo hospital Sírio Libanês, na avenida Afonso Pena.

O Ministério Público Estadual alega que o CEMPE, Centro Especializado em Medicina Pediátrica, teria sido criado com desrespeito aos princípios da Administração Pública, trazendo prejuízo para a população campo-grandense. 

O advogado da defesa de Gilmar Olarte, Dr. Karlen Obeid, esclarece que a criação do Cempe foi legítima e trouxe solução para a falta de pediatras em Campo Grande.

Karlen Obeid, explica que a Criação de um hospital referência em Medicina Especializada, não gera prejuízo para qualquer repasse das verbas destinadas ao SUS para os outros postos de saúde.

“Ainda mais por terem sido usados investimentos da fonte de arrecadação municipal, não pode, em lugar nenhum do mundo, ser objeto de ação por violação dos Princípios da Administração Pública! O fechamento do Hospital foi sim, na verdade, um ato de Improbidade (desonestidade), pois foi intencional e só gerou prejuízos para Campo Grande”. Finalizou. 

Unanimidade

A absolvição de Gilmar Olarte foi decidida por unanimidade pelos desembargadores do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul Julizar Barbosa Trindade; Vilson Bertelli; e Nélio Stábile.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
Por unanimidade, TSE julga improcedente ação de Bolsonaro contra Haddad
Justiça
Sanesul já pode renovar concessão em Dourados
Justiça
“Desvios foram praticados por ex-diretor”, diz Odilon em nota
Justiça
Odilon alegou aposentadoria para evitar investigação no TRF-3
Justiça
Justiça aprova norma de viagens nacionais de crianças e adolescentes
Justiça
Decisão polêmica atinge Sanesul em Dourados
Justiça
Lei criada por Kemp prevê punição a atos de discriminação racial no MS
Justiça
Audiências foram determinadas pela PF dia 13 de agosto; conheça a lista
Justiça
Supremo decide manter prisão de Giroto e de seu cunhado
Justiça
Caso Danúbio Azul – Claudinei, comparsa de Nando, vai a júri popular pela morte de Malu

Mais Lidas

Polícia
Mulher que desapareceu há um mês é encontrada morta por suicídio
Polícia
Após divulgação de imagem, homem faz acordo para devolver veículo
Polícia
Vídeo - Mortes em série de gatos no Villagio Parati intrigam moradores
Geral
Árvore cai e Espírito Santo está interrompida