Menu
Busca terça, 24 de novembro de 2020
(67) 99647-9098
Sesi_protocolo de atendimento
Justiça

Rigo entra com recurso baseado em decisão de Toffoli

O ministro suspendeu investigações com dados do COAF, sem aval judicial

18 julho 2019 - 10h36Joilson Francelino

A defesa do ex-deputado Ary Rigo pediu a suspensão imediata do processo em que ele é acusado dos crimes de corrupção ativa, passiva e lavagem de dinheiro com base na possível existência de movimentações financeiras atípicas na empresa DigithBrasil – Soluções em Software.

O pedido da defesa endereçado à 3ª Vara Criminal da Comarca de Campo Grande, tem base na decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli,  que determinou na última terça-feira (16) a suspensão de todas as investigações que foram baseadas em dados fiscais repassados pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) ao Ministério Público, sem autorização judicial.

A decisão se encaixa no processo que corre contra Ary Rigo, onde, segundo o requerimento, o Grupo de Atuação Especial de Repreensão ao Crime Organizado – Gaeco, usou dos mesmos mecanismos para instaurar o procedimento investigatório para acusar o ex-deputado.

No pedido, o advogado de defesa de Ary Rigo, Murilo Medeiros Marques, ainda requer o cancelamento da audiência designada para o dia 18 de outubro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
O estranho "atentado" a Trutis no inquérito da PF
Justiça
Assassino de motorista de aplicativo é condenado a 18 anos de prisão
Justiça
Santa Rita do Pardo reduzirá horário de servidora que tem filha especial
Justiça
MS recebe sexto repasse de recursos federais para combate a incêndios
Justiça
TCE inocenta Nelsinho e Mandetta e multa Bernal por não dar seguimento ao Gisa
Justiça
Ao Vivo: Acompanhe a palestra do ex-Ministro da Justiça Sérgio Moro
Justiça
Moro fará palestra em conferência da OAB/MS
Justiça
Candidatos à magistratura de MS participam de provas até dia 2
Justiça
OAB/MS fecha outubro com homenagens
Justiça
Pandemia mostrou que o Judiciário pode mudar, diz Cármen Lúcia

Mais Lidas

Polícia
Aparece outra vítima de policial que espancou mulher algemada
Geral
Vídeo: Criança fica presa dentro de vaso de barro e chora por não conseguir sair
Geral
Marquinhos reúne secretários para analisar dados da Covid-19
Geral
Complexo da Sanesul na capital vai operar com energia solar