Menu
Busca sexta, 22 de janeiro de 2021
(67) 99647-9098
Governo Futebol
Justiça

Subdiretor do DOF manifesta preocupação com “fuga” do MPF da fronteira

José Roberto afirma que o MPF deve estar onde o "Estado se dispôs a estar"

14 janeiro 2020 - 11h11Joilson Francelino e Sarah Chaves

O subdiretor do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), tenente-coronel José Roberto, afirmou nesta terça-feira (14), não estar a favor da saída do Ministério Público Federal (MPF), do município de Ponta Porã, fronteira do Mato Grosso do Sul com o Paraguai.

De acordo com o MPF a saída provisória da cidade de fronteira para a unidade de Dourados tem validade de três anos para a “preservação da incolumidade física e mental dos agentes públicos que laboram na localidade”.

Para José Roberto, a instituição precisa estar à disposição da sociedade. “A instituição precisa estar onde o Estado se dispôs a estar. Existe um pacto federativo, Ponta Porã é uma cidade importante não só para o cenário estadual, mas para o federal”, afirmou, ciente de que essa mudança é passageira. “Por ser fronteira seca e acredito que essa questão de migração seja algo temporal. Tenho certeza que o MPF deva rever isso”, disse.

Segundo o subdiretor do DOF a instituição estadual necessita estar na fronteira, pois representa apoio à sociedade. “O MPF deve rever isso em virtude dos crimes pouco fora do tolerável, mas as instituições devem estar na linha de fronteira, a sociedade está aqui e precisa da tutela do estado”, ponderou José Roberto.

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) , também já se mostrou contrária ao abandono do MPF em Ponta Porã. Ao JD1 Notícias o Conselheiro Federal da ordem na cidade fronteiriça, Luiz Renê Gonçalves do Amaral, afirmou que não há conhecimento de nenhum risco de segurança excepcional para os membros do MPF.

Luiz Amaral ressalta que sem o órgão, a sociedade terá mais dificuldades nos processos realizados. “Agora, a audiência com os três procuradores deverão ser feitas por videoconferência”, finalizou.

senar janeiro21

Deixe seu Comentário

Leia Também

Justiça
"O judiciário continuará a ser grande", diz Contar ao assumir TJ
Justiça
Convidados terão que responder questionário para posse de Contar, no TJ
Justiça
Ministro do STF vê Jamil como chefe de "organização criminosa" e mantém prisão em Mossoró
Justiça
Eleitor tem até esta semana para justificar ausência no 1º turno
Justiça
Luísa Sonza é processada por suposto ato racista e nega as acusações
Justiça
Dois anos depois, ex-diretor do Hospital Regional é inocentado
Justiça
Sem provas, MPE inocenta Jamil Name e conselheiro do TCE da morte de delegado
Justiça
Consórcio Guaicurus terá que pagar R$ 10 mil a idosa que se machucou no ônibus
Justiça
Empresária acusada de racismo paga R$ 10 mil e "se livra" da cadeia
Justiça
STF decide que amante não tem direito de dividir pensão com viúva

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio