Menu
Menu
Busca sexta, 12 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Polícia

Após briga com advogado em academia, conduta de policial penal é investigada

Para o JD1, a Corregedoria da Agepen confirmou que as imagens de monitoramento do estabelecimento estão sendo analisadas

25 junho 2024 - 15h43Brenda Assis     atualizado em 25/06/2024 às 15h43

O policial penal, Roberto Alexandre Cardoso, está sendo investigado pela Corregedoria Geral da Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), após sua conduta em uma briga com o advogado Wagner Da Silva Garcia Júnior, de 27 anos, em uma academia 24h localizada na Avenida Afonso Pena, região do Jardim dos Estados, em Campo Grande. 

O JD1 vem esmiuçando esse caso desde que o boletim de ocorrência, de lesão corporal dolosa e coação no curso do processo, foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, na manhã de ontem (24). A confusão no estabelecimento aconteceu às 6h.

Agora, em mais um desdobramento sobre o caso, a reportagem procurou a Agepen, uma vez que o suspeito é policial penal da ativa. Em resposta às dúvidas, a Corregedoria Geral explicou que existe uma ‘apuração preliminar’, para investigar a conduta do servidor. “As imagens do circuito interno da academia já se encontram em posse da Corregedoria”, explicou.

Em continuidade, quando questionada a respeito do porte de arma do agente, a assessoria esclareceu que atualmente Roberto executa serviço administrativo, o que significa que ele pode ter sido realocado até o término do processo investigativo. Além disso, o suspeito teve o ‘porte de arma vedado’, ou seja, proibido andar com qualquer tipo de armamento.

Esse fato já havia sido mencionado com exclusividade à reportagem pelo advogado, Wagner Da Silva Garcia Júnior, durante a manhã desta terça-feira (25).

Medidas protetivas – Considerado perigoso, até mesmo por familiares, Roberto não pode se aproximar nem da mãe após uma confusão.

Em conversa com o JD1, a vítima das agressões na academia, detalhou que a mãe e as irmãs possuem medidas protetivas em desfavor do policial.

“É pelo mesmo motivo de violência, ele foi para cima das irmãs e da mãe em momento de discussão. Elas gravaram provas contra ele, levaram a delegacia e conseguiram a medida protetiva”, disse Wagner.

Briga na academia – Ontem, ao encontrar a vítima treinando, o autor resolveu tirar satisfações sobre o processo. Um vídeo que circula nas redes sociais, mostra o momento em que Wagner, usa uma cadeira para tentar se defender das investigas de Roberto, que é contido por usuários do estabelecimento.

Enquanto isso, o suspeito esbraveja contra a vítima, porém, o que ele diz não é audível devido a musica ambiente do estabelecimento. Os dois são afastados e o autor sai do local andando.

Na ocasião, Roberto queria ‘conversar’ com Wagner sobre o processo de violência doméstica, que o advogado atua em defesa da vítima, ex-mulher do réu.

Reportar Erro
Digix - Julho24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Mãe é presa por desacato ao fazer barraco em escola para defender o filho na Capital
Três pessoas ficaram feridas durante o acidente, sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros
Polícia
Caminhonete capota várias vezes após motorista bater em barranco na BR-419
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Polícia
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Imagem Ilustrativa
Polícia
Funcionário de hotel é morto a facadas em Ponta Porã
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Polícia
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Homem pede inquilino sair de casa alugada e é ameaçado de morte no Coophavila II
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Polícia
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem é esfaqueado no pescoço e socorrido em estado grave no Lageado
Mulher usou mensagem em aplicativo de entrega de comida para pedir socorro
Polícia
Vítima de estupro pede socorro por meio de aplicativo de entrega de comida: 'Me ajuda'
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá
Polícia
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem denuncia ameaças sobre cobranças e agiota é preso em Campo Grande
Clima ficará ameno com a passagem da frente fria
Clima
Frio se mantém mesmo com máximas voltando a subir em MS nesta quinta-feira