Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

Bíblia fica intacta após caminhão ser incendiado

O fogo consumiu todo o veículo, restando apenas a bíblia de um dos funcionários

07 janeiro 2019 - 08h56Da redação com UOL

Um ataque criminoso a um caminhão da Enel, em Fortaleza, chamou atenção de uma equipe de reportagem que acompanhava o fato, pois, mesmo após um caminhão ser incendiado, uma bíblia ficou intacta dentro do veículo.

O caso, que foi registrado por Dorian Girão, repórter cinematográfico da TV Jangadeiro/SBT, aconteceu na última sexta-feira (4), na Via Expressa, próximo à Avenida Abolição, em Fortaleza.

De acordo com a UOL Notícias,  o caminhão da empresa foi abordado por bandidos, que fazem ataques a cidade há seis dias. Eles atearam fogo no veículo, que ficou destruído. Após o Corpo de Bombeiros apagar as chamas, os funcionários terceirizados da empresa voltaram ao caminhão em busca de "salvar" algum objeto.

"Um deles deixou a carteira, com R$ 300, que foi totalmente destruída, junto aos pertences. A única coisa que ficou intacta foi a bíblia de um dos funcionários. Todo mundo ficou surpreso", relata Dorian Girão. 

Essa é a maior onda de terror da história do estado, que causa prejuízos e deixa a população em pânico. Até agora, 110 pessoas foram presas.

Apesar da chegada da Força Nacional no Ceará na última sexta-feira (4), solicitada pelo governador Camilo Santana, os crimes continuam. Ônibus, caminhões, prédios públicos, supermercados, concessionárias, estacionamento de shopping, passarelas e fotossensores foram alvos dos bandidos. As vans paralisaram as atividades desde a sexta-feira por falta de segurança.

Em pichações deixadas em muros de escola municipal e posto de saúde, bandidos dizem que onda de ataques só vai parar com saída do secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque.

Diante da extrema violência, os ônibus seguem em operação emergencial, circulando com a frota reduzida e somente com a presença de três policiais em cada coletivo. Já as vans paralisaram as atividades desde a sexta-feira por falta de segurança.

As ações iniciaram após as declarações do secretário Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhecia facções criminosas. Durante a posse, ocorrida no dia 1º de janeiro, ele adiantou que os presídios cearenses não serão mais divididos por facções. Em coletiva de imprensa, o secretário da Segurança Pública, André Costa, afirmou que a polícia não vai recuar aos atentados.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Com facões e revólveres índios invadem fazenda em Dourados
Polícia
Polícia cumpre mandados de prisão em aldeia da Capital nesta terça-feira
Polícia
Camaro de homem que matou tio é abandonado em casa de idosa
Polícia
Motorista de aplicativo salta de veículo para fugir de sequestradores
Polícia
"Bin Laden" é pego ao tentar fugir da polícia
Polícia
Família busca por jovem desaparecida há tres dias na capital
Polícia
Sobrinho mata tio a tiros ao ser cobrado de dívida
Polícia
Sócio de traficante é morto a tiros por pistoleros
Polícia
Clientes de mercadinho encontram cocaína em caixa de sabão em pó
Polícia
Áudio – Médico é flagrado tentando subornar paciente do SUS

Mais Lidas

Polícia
Família encontra adolescente que estava desaparecida
Polícia
Família busca por jovem desaparecida há tres dias na capital
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Polícia
Homem é morto a tiros dentro de casa enquanto fumava narguilé