Menu
Busca sexta, 10 de julho de 2020
(67) 99647-9098
TJMS julho20
Polícia

Carga irregular de 439 celulares Xiaomi, é interceptada pela PRF

Mercadoria que iria para São Paulo não possui documentação fiscal

17 outubro 2019 - 16h16Sarah Chaves, com informações da assessoria

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu na tarde de quarta-feira (16), uma carga de 439 celulares sem documentação fiscal, no km 129 da BR-267, em Bataguassu (MS).

Na Unidade Operacional da PRF de Nova Casa Verde, a equipe abordou uma caminhonete com placas de Sinop (MT). O motorista e a passageira, ambos com 33 anos, estavam transportando grande quantidade de aparelhos celulares da marca “Xiaomi” sem documentação fiscal necessária.

Os envolvidos disseram que saíram de Sinop (MT) para entregar a carga em São Paulo (SP). Os aparelhos não possuíam documento de importação.

Os aparelhos celulares foram avaliados em aproximadamente R$ 600 mil. O veículo e a mercadoria foram encaminhados à Receita Federal em Campo Grande (MS).

PMCG Refis

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Entre os mortos, mulheres são presas por vender maconha em cemitério
Polícia
Feto de 39 semanas é encontrado em triagem de material reciclável
Polícia
Jovem que sofreu acidente nas moreninhas morre e seus órgãos serão doados
Polícia
Ministro do STJ concede prisão domiciliar a Queiroz e esposa Márcia
Polícia
Professor é preso por suspeita de estuprar alunas e induzir aborto
Polícia
Após susto com dupla, moradora pede mais segurança no Noroeste
Polícia
Mulher da soco na cara de homem após ser chamada de delícia em restaurante
Polícia
Homem mata idosa, arranca dedos e usa para tentar sacar dinheiro em banco
Polícia
Empresa deixa fio atravessado na rua e casal “cego” pela neblina se enrosca e cai de moto
Polícia
Policial comete suicídio na capital

Mais Lidas

Saúde
AO VIVO – Atualização de casos de coronavírus no MS
Brasil
Estudante picado por naja pode sair da UTI amanhã
Educação
Inep divulga documento sobre proficiência em língua portuguesa
Política
Alunos podem ter aferição de temperatura obrigatória na volta às aulas