Menu
Menu
Busca sexta, 12 de julho de 2024
Secovi - Julho24
Polícia

Funcionário de parque invade casa, estupra moradora e culpa a política pelos atos

Enquanto a vítima implorava ao homem e a Deus para o estupro não acontecer, o autor chegou a recitar um versículo bíblico para a mulher

25 junho 2024 - 17h11Brenda Assis

Um jovem, de 27 anos, funcionário de um parque itinerante, foi preso depois de invadir a casa de uma mulher para estuprá-la. O caso aconteceu no último fim de semana, na região central de Eldorado.

Conforme as informações da Polícia Civil, o crime aconteceu por volta das 3h da madrugada, quando o homem entrou pela porta dos fundos da casa da vítima. A mulher então acordou com o autor segurando o rosto dela para que ela não gritasse. 

Em seguida, ele começou a perguntar se tinha mais alguém na casa ou se ia chegar alguma pessoa e então, de posse de uma faca, obrigou a vítima a tirar a roupa e a estuprou. Desesperada, a vítima pediu que ele não fizesse isso com ela, tendo em vista que ela é religiosa e não queria levar esse trauma para a sua vida, mas mesmo ela tendo implorado, o indivíduo continuou forçando o ato sexual, até que conseguiu penetrar e ejacular dentro da vítima. 

Durante a prática do crime, a vítima chegou de orar e pedir para Deus não deixar isso acontecer com ela e o autor falou para ela não culpar Deus pelo que estava acontecendo e ainda recitou um versículo bíblico para ela. Como se não bastasse, os momentos de horror pelo qual passou, após o delito, o homem limpou a vítima com uma fronha e fez ela se lavar, para eliminar vestígios que pudessem identificá-lo.

Depois o homem limpou as maçanetas da porta para não ser identificado por digitais. Ainda com a vítima sem roupas, ele tirou várias fotos da mulher e a ameaçou dizendo que se ela procurasse a polícia ou contasse o fato para alguém, ele iria divulgar as fotos dela em todos os grupos da cidade. 

Em seguida, o autor levou a vítima até a sala, fez ela sentar ao lado dele no sofá e tentou acalmá-la e passou a tentar justificar os motivos pelos quais ele era desta forma. Disse que não tinha pai e que a mãe dele toda vida trabalhou fora e que como ele não podia ter uma família, com mulher e filhos, ele fazia isso. E que também colocou culpa no sistema político, que segundo ele, é tudo corrupto e por isso ele era assim.

Depois de fazer a vítima pegar nos interruptores e nas portas por onde ele passou, ele desligou o celular da vítima, mandou ela voltar a dormir e ficar na casa dela quieta por pelo menos uns três dias. Caso contrário ele além de publicar as fotos, voltaria na casa dela e a mataria.

Apavorada, assim que o autor fugiu, ela permaneceu com as luzes apagadas e ligou para uma amiga, que foi até o local e a levou ao médico e posteriormente até a delegacia, para que ela pudesse registrar a ocorrência. 

Diante dos fatos narrados, a Polícia Civil iniciou trabalho investigativo, fazendo buscas pela cidade atrás do autor até identificá-lo. Ele foi localizado e preso na segunda-feira (24), no parque em que trabalha.

Ao ver os policiais o autor tentou se esconder, mas acabou preso em flagrante e irá responder por estupro. 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Mãe é presa por desacato ao fazer barraco em escola para defender o filho na Capital
Três pessoas ficaram feridas durante o acidente, sendo socorridos pelo Corpo de Bombeiros
Polícia
Caminhonete capota várias vezes após motorista bater em barranco na BR-419
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Polícia
JD1TV - Gado agoniza até morrer de frio em fazenda de Tacuru: 'Tudo morto'
Imagem Ilustrativa
Polícia
Funcionário de hotel é morto a facadas em Ponta Porã
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Polícia
Pai é preso por estuprar e matar o filho de apenas 7 meses
Caso foi registrado na Depac Cepol
Polícia
Homem pede inquilino sair de casa alugada e é ameaçado de morte no Coophavila II
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Polícia
Homem morre queimado ao acender cigarro no fogão de casa no Nova Lima
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem é esfaqueado no pescoço e socorrido em estado grave no Lageado
Mulher usou mensagem em aplicativo de entrega de comida para pedir socorro
Polícia
Vítima de estupro pede socorro por meio de aplicativo de entrega de comida: 'Me ajuda'
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá
Polícia
Casa pega fogo e fica parcialmente destruída em Corumbá

Mais Lidas

Tempo amanheceu nublado e característico de frio
Clima
Nova frente fria desembarca em MS trazendo ainda mais instabilidade
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Justiça
Juiz determina que Cepol receba flagrantes de tráfico de drogas
Caso foi registrado na Depac Cepol, em Campo Grande
Polícia
Jovem denuncia ameaças sobre cobranças e agiota é preso em Campo Grande
Clima ficará ameno com a passagem da frente fria
Clima
Frio se mantém mesmo com máximas voltando a subir em MS nesta quinta-feira