Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
Gov - Estado que Cresce (set21)
Polícia

Homem é executado com 15 tiros em Coronel Sapucaia

Ele foi encontrado pela esposa na residência onde moravam

14 setembro 2021 - 18h26

Ricardo Fernandez Pavoni, de 30 anos, foi executado com vários tiros em Coronel Sapucaia, cidade localizada na região de fronteira com o Paraguai. O caso aconteceu nesta terça-feira (14) e a esposa dele tinha acabado de sair de casa, quando ouviu os disparos e encontrou o marido já sem vida.

De acordo com o portal Capitabado.com, a mulher contou ter ido ao mercado e Ricardo ficou sentado do lado de fora da residência onde mora o casal. 

Após ouvir os tiros e retornar, ela encontrou Ricardo caído, já sem vida.

A Polícia Civil foi acionada, além da Perícia, que coletou 14 estojos calibre 9mm e dois projéteis no local. O caso é tratado como homicídio simples e foi registrado na delegacia do município.

 

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Vídeo: Lagarto com mais de 1m é capturado dentro de creche no Parque do Sol
Polícia
Vídeo: Corpo seminu encontrado em córrego no Santo Eugênio é de uma mulher
Polícia
Vídeo: Ladrão furta mercado e conveniência em MS e acaba preso
Polícia
Membro de associação criminosa é preso na capital
Polícia
Bebê de 1 ano e 10 meses é queimada com bituca de cigarro
Polícia
Apaixonados e do crime: Casal é preso com 1 kg de drogas
Polícia
Jovem é preso com 105 kg de maconha em rodovia
Polícia
Operação da PF mira hotéis em Dourados, de olho no contrabando da fronteira
Polícia
Grávida de 29 semanas, jovem sofre descolamento de placenta e perde o bebê
Polícia
Em ação conjunta da PRF e correios, encomendas com drogas são apreendidas

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju