Menu
Busca domingo, 19 de maio de 2019
(67) 99647-9098
Polícia

TJMS nega pedido de HC dos envolvidos na "Operação Pregão"

Defesa dos acusados vai apelar para o Superior Tribunal de Justiça

04 dezembro 2018 - 14h15Da Redação com Douradosagora

O Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS) negou, por unanimidade, o pedido de liberdade aos quatro presos preventivamente na "Operação Pregão", desencadeada no dia 31 de outubro em Dourados. As informações foram confirmadas pelo advogado Maurício Rasslan, que atua na defesa dos envolvidos. 

João Fava Neto, ex-secretário de Fazenda do governo Délia Razuk (PR) permanece preso no Presídio Militar de Campo Grande, a vereadora Denize Portollan (PR) segue no Presídio Feminino de Rio Brilhante, enquanto o ex-diretor de licitações da prefeitura, Anilton Garcia de Souza e o empresário Messias José da Silva, estão na Penitenciária Estadual de Dourados (PED).

De acordo com Maurício Rasslan, o caminho agora é apelar ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) através de recurso ordinário constitucional. 

Fac Feijoada 2019

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia
Derramamento de sebo na BR-267 mobiliza Corpo de Bombeiros e PRF
Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Polícia
Traficante capota caminhonete com quase duas toneladas de maconha e foge
Polícia
Homem é morto a pauladas e pedradas, em Juti
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Polícia
Foragido é preso em MS e polícia descobre abuso sexual de cinco meninas
Polícia
Homem é flagrado ao tentar se livrar de mochila com maconha
Polícia
Homem morre prensado depois de pular de caminhão
Polícia
PF realiza operação contra distruição online de material de abuso infantil
Polícia
Nando, o "serial killer do Danúbio Azul", tem mais um julgamento nesta sexta

Mais Lidas

Polícia
Ex-marido esfaqueia mulher em boate ao ver localização em rede social
Geral
Vídeo - Após mulher trocar senha do wi-fi, vizinhos apedrajam casa
Polícia
Homem toma arma de policial, troca tiros com outros e morre em telhado de casa
Internacional
Por engano, funcionário serve vinho de 5.100 euros a clientes