Menu
Busca sábado, 14 de dezembro de 2019
(67) 99647-9098
TJMS Dezembro-19
Política

Caso Larissa Gomes: jovem pode ter sido estrangulada

Essa constatação foi divulgada nesta terça-feira (4), após a emissão da certidão de óbito

04 dezembro 2018 - 14h31Da Redação com Correiodamanhã

A Larissa Gomes de Souza, 23 anos que foi encontrada enforcada em sua residência no último domingo pode ter sido assassinada. Essa nova hipotése apareceu nesta terça-feira (4), após a emissão da certidão de óbito que revelou que a vítima pode ter sido estrangulada. 

A jovem foi encontrada morta pelo próprio filho, de 4 anos, enforcada com um cabo de antena. De acordo com o site Correio da Amanhã, ela teria feito postagens em suas redes sociais antes da sua morte. De acordo com a polícia, o caso estava sendo tratado inicialmente como suicído. Segundo familiares ela não era depressiva, mas de fato já havia levantado, em outras ocasiões, a possibilidade de se matar    

Confira a certidão de óbito

O Caso

Larissa teria ido à um bar com amigos por volta das 17h de sábado (1º), chegando de madrugada em casa. A mãe da vítima, ainda teria ouvido o barulho do sofá sendo arrastado por volta das 3h, mas não se alarmou, pois Larissa usava o móvel para manter a porta fechada.

Segundo a irmã da vítima, Larissa estava tendo um relacionamento, mas não soube explicar o paradeiro do namorado, nem mesmo onde poderia ser encontrado. Em seu perfil no  Facebook, ela havia postado que estava solteira, antes de ser encontrada morta.

Nas redes sociais ela também postou que tinha "Medo de se matar e as pessoas começarem a judiar dos seus filhos" e em seguida disse que na manhã seguinte seria "só saudades". A família da vítima diz desconhecer qualquer razão para Larissa ter cometido suicídio. A jovem deixou três filhos.

Larissa teria ido à um bar com amigos por volta das 17h de sábado (1º), chegando de madrugada em casa. A mãe da vítima, ainda teria ouvido o barulho do sofá sendo arrastado por volta das 3h, mas não se alarmou, pois Larissa usava o móvel para manter a porta fechada.

Segundo a irmã da vítima, Larissa estava tendo um relacionamento, mas não soube explicar o paradeiro do namorado, nem mesmo onde poderia ser encontrado. Em seu perfil no  Facebook, ela havia postado que estava solteira, antes de ser encontrada morta.

Nas redes sociais ela também postou que tinha "Medo de se matar e as pessoas começarem a judiar dos seus filhos" e em seguida disse que na manhã seguinte seria "só saudades". A família da vítima diz desconhecer qualquer razão para Larissa ter cometido suicídio. A jovem deixou três filhos.

PMCG - Cidade do Natal

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Beto Pereira perde liderança do PSDB por um voto
Política
Emenda de Coronel David é aprovada e garante aposentadoria de militares
Política
Carlão entrega Moção aos empresários da “Raça Humirdi”
Política
Barbosinha define liderança do atual governo como 'ponte para diálogo'
Política
Aprovado no Senado, pacote anticrime segue para sanção presidencial
Política
Fábio se posiciona contra o uso de recursos públicos pelos partidos
Política
Joice Hasselmann deverá ser a nova líder do PSL na Câmara
Política
Diagnóstico de daltonismo poderá ser feito em escolas da Reme
Política
Beto Pereira é o novo líder do PSDB na Câmara Federal
Política
Senado: CCJ aprova anticrime e prisão em segunda instância

Mais Lidas

Cidade
Sorteio de lotes durante o Habita Campo Grande deste sábado é cancelado
Cidade
Marquinhos inaugura a Cidade do Natal
Política
Beto Pereira perde liderança do PSDB por um voto
Cidade
Afonso Pena está parcialmente interditada para inauguração da Cidade do Natal