Menu
Busca terça, 21 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Política

Eduardo Cunha pede prisão domiciliar

Ex-presidente da Câmara dos Deputados está preso desde 2016

03 dezembro 2019 - 15h37Vitória Ribeiro, com informações Veja

Eduardo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, apresentou na segunda-feira (02), à Justiça do Rio de Janeiro, um pedido para cumprir o restante da pena em regime domiciliar, sob alegação de um quadro de aneurisma cerebral. Cunha está preso desde 2016 no âmbito da operação Lava Jato em que foi condenado a 14 anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e evasão de divisas.

Eduardo supostamante receber 1,5 milhão de dólares de propina na compra de um campo petrolífero da Petrobras em Benin, na África. Em maio deste ano, Cunha foi transferido de uma cela em Curitiba para o Rio de Janeiro, atendendo a uma solicitação da defesa para que ficasse mais próximo da família.

Eduardo Cunha foi deputado estadual pelo Rio de Janeiro de 2001 a 2003 e deputado federal de 2003 a 2016. Foi presidente da Câmara dos Deputados por pouco mais de um ano e foi o responsável por encaminhar o pedido de impeachment à ex-presidente Dilma Rousseff.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Ministério Público denuncia Glenn Greenwald por ligação com hackers
Política
Prazo para regularização do título termina em maio
Política
Bolsonaro sanciona LOA de 2020
Política
Bolsonaro anuncia aumento de 12% no salário do professor do ensino básico
Política
Após declarações nazistas, Bolsonaro exonera Roberto Alvim
Política
Nelsinho avalia como "um passo a frente", entrada do Brasil na OCDE
Política
Sérgio de Paula desmente expulsão de Rose do PSDB
Política
"Aliança" fará encontro em fevereiro, na capital
Política
''Janela'' para vereadores começa em março
Política
Deputado do PSL defende assédio e polemiza: “Não sejamos hipócritas”

Mais Lidas

Geral
Nova diretoria do Sindifisco define metas
Geral
Homem procura por familiares em Mato Grosso do Sul
Cidade
Programa da prefeitura se destaca no país após premiação
Polícia
Scalise fala em “compaixão” sobre mulher que ateou fogo na antiga Casa do Papai Noel