Menu
Busca quinta, 28 de outubro de 2021
(67) 99647-9098
Gov 44 anos
Política

Força Aérea poderá abater aviões hostis durante posse de Bolsonaro

Medida é inédita em posses presidenciais; palavra final caberá ao comandante da Aeronáutica

28 dezembro 2018 - 19h37Da redação com informações do Correio Braziliense

Michel Temer autorizou o abate de aeronaves que invadirem o espaço aéreo delimitado como área de segurança durante a posse de seu sucessor, Jair Bolsonaro.

Publicado hoje no Diário Oficial, o texto lista uma série de ações coercitivas que podem chegar a medidas de destruição, caso os aviões sejam classificados como “hostis”, aqueles que, por exemplo, não cumprirem as ordens das autoridades de defesa aeroespacial após terem sido classificados como suspeitos.

A palavra final caberá ao comandante da Aeronáutica. A medida é inédita em posses presidenciais.

Serão três áreas: vermelha, amarela e branca. Na vermelha, o sobrevoo será proibido, com exceção do helicóptero da Empresa Brasil de Comunicação (EBC) e da Aeronave Remotamente Pilotada (ARP) da Força Aérea. Na amarela, que deve abarcar um raio de 46,3km, que inclui o Aeroporto Internacional de Brasília, será assegurado que nenhum voo comercial seja afetado. Já a área branca, considerada reservada, abrangerá um raio de 129,6km. Para sobrevoá-la, será necessário apenas o plano de voo.

O objetivo é combater eventuais ameaças à segurança durante a posse. As disposições do decreto entrarão em vigor a partir da zero hora de 1.º de janeiro e seguirão até à zero hora do dia 2.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
JD1TV: Em evento nacional, Marquinhos fala em gratidão ao PSD
Política
Governo cria grupo para analisar adição de biodiesel ao óleo diesel
Política
CPI aprova pedido de retratação de presidente Bolsonaro por live
Política
Aos 73 anos morre ex-prefeito de Miranda, Ivan Bossay
Política
Reinaldo e Riedel veem como "natural" lançamento de Marquinhos
Política
JD1TV: Bolsonaro lembra ligação com Coronel David e elogia o DOF
Política
Kassab lança Marquinhos ao governo
Política
Marquinhos tem sua maior aprovação em cinco anos
Política
Bolsonaro diz ter “total confiança” em Guedes e afirma que o ministro irá continuar
Política
Acesso livre à internet em órgãos públicos municipais agora é lei

Mais Lidas

Brasil
Crianças de 2 e 4 anos morrem carbonizadas; irmão de 16 anos assumiu o crime
Polícia
Homem de 31 anos morre após se engasgar com pedaço de carne
Saúde
“Aqui não é lanchonete”, diz médica a paciente em hospital da Capital
Brasil
Crime manda baixar gasolina