Menu
Busca sexta, 17 de janeiro de 2020
(67) 99647-9098
Perkal Topo - janeiro-20
Política

Moro cancela status de refugiados do Paraguai

Três paraguaios se refugiam no Brasil desde 2003, eles são acusados de sequestro

23 julho 2019 - 16h57Mauro Silva, com informações da Exame

Três paraguaios acusados de extorsão mediante a extorsão perderam status de refugiado. O cancelamento do direito foi anunciado nesta terça-feira (23) pelo ministro da Justiça e Segurança Pública em seu Twitter.

Moro compartilhou uma publicação do presidente do Paraguai Mario Abdo Benítez e disse: “O Brasil não será mais refúgio para estrangeiros acusados ou condenados por crimes comuns”. Sérgio acrescentou em sua fala que o Brasil não é “terra sem lei” e que a postura agora é de cooperação  internacional.

Os paraguaios Juan Arrom, Anuncio Marti e Victor Colmán, ex-líderes do Partido  Livre (PPL) estão morando no Brasil há 16 anos e são requeridos pelo governo Paraguai pelo sequestro de María Edith Bordón, esposa de um empresário que foi libertada depois de dois meses em presa em um cativeiro e o pagamento de resgate de US$ 300 mil.

A posição do ministro da Justiça em retirar o status de refugiado foi divulgada pelo promotor de Assuntos Internacionais Manuel Doldán. Após o cancelamento do status o procedimento agora é a extradição dos três, que já foi solicitado pelo Paraguai.

Porém os refugiados denunciaram à Corte Interamericana de Direito Humanos (Corte IDH) de terem sido sequestrados e torturados por policiais paraguaios  para assumirem a participação no seqüestro de Bordón em 2002.

Mas em junho deste ano a Corte absolveu   o Estado Paraguaio de qualquer responsabilidade por falta de provas.

 

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Política
Após declarações nazistas, Bolsonaro exonera Roberto Alvim
Política
Nelsinho avalia como "um passo a frente", entrada do Brasil na OCDE
Política
Sérgio de Paula desmente expulsão de Rose do PSDB
Política
"Aliança" fará encontro em fevereiro, na capital
Política
''Janela'' para vereadores começa em março
Política
Deputado do PSL defende assédio e polemiza: “Não sejamos hipócritas”
Política
Veja a previsão de líderes de partidos na Câmara dos Deputados em 2020
Política
Mandetta é primeiro em ranking de simpatia no congresso
Política
Zeca “tira os olhos” da capital e poderá disputar a prefeitura de Sidrolândia
Política
Nelsinho quer Brasil neutro no Oriente Médio

Mais Lidas

Cidade
Saiba quais ruas serão interditadas pela Agetran neste final de semana
Polícia
Três são presos tentando vender moto furtada
Política
Após declarações nazistas, Bolsonaro exonera Roberto Alvim
Polícia
Polícia prende homem que participou de assalto a supermercado