Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99647-9098
Gov_MS-Cresce_Maio21
Saúde

Covid: internação de jovens e adultos cresce 74% nas últimas três semanas

Estado registrou nesta segunda, o maior número de pessoas ocupando leitos, sendo 724

08 março 2021 - 13h52Sarah Chaves

O maior número de casos internados durante a pandemia foi registrado nesta segunda-feira (8), de acordo com a Secretaria de Estado de Saúde (SES), são 724 pessoas, sendo 387 em leitos clínicos e 337 em leitos de UTI.

Em Campo Grande, conforme última atualização da Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), são 360 pessoas internadas, o que preocupa mais é o aumento de internações de pacientes de faixa etária cada vez menor.

Apesar do crescimento do número de internados de todas as idades, os mais jovens tiveram um aumento expressivo em internações nas últimas três semanas representando crescimento de cerca de 74%, enquanto o número de idosos internados aumentou cerca de 33%.

Seguindo os dados divulgados pela Sesau no dia 15 de fevereiro, 110 pessoas entre 21 a 60 anos estavam internadas, enquanto 124 idosos acima de 60 anos ocupavam os leitos. O público acima de 60 anos em leitos era cerca de 12% maior que o público de jovens e adultos.

Já duas semanas depois, dia 27 de fevereiro, já eram 161 pessoas entre 21 a 59 anos internadas, contra 134 pessoas acima dos 60 anos, apesar do número de idoso ter aumentado. O número de jovens e adultos cresceu cerca de 46% apenas nesse período.

Na última atualização de domingo (7), a diferença é ainda maior, enquanto a cidade registra 166 idosos internados, existem 193 jovens e adultos na mesma situação.


O número de internações de jovens e adultos que há quatro semanas era inferior ao dos idosos, atualmente quase dobrou, enquanto a saúde registrou 42 idosos a mais nos hospitais no comparativo das três semanas, o número de pessoas dos 21 a 59 anos em leitos subiu para 83 pessoas a mais.

Em paralelo a esses números, Campo Grande tem medidas restritivas do toque de recolher, conforme decreto 14.642 de 25 de fevereiro de 2021 estabelecendo confinamento domiciliar obrigatório das 23h as 5h, medida que possui apoio em fiscalizações da Guarda Civil Metropolitana, Vigilância Sanitária e  Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano (Semadur).

E apenas na madrugada de sábado para domingo, os órgão de fiscalização encerraram dois eventos com aglomeração de mais de 100 pessoas.

Enquanto isso a cidade já alcança 77.056 de casos desde o início da pandemia e um comparativo mostra que os que mais devem tomar cuidados são os de faixa etária abaixo de 60, pois o número de casos confirmados é maior entre adultos e jovens, porém quem acaba lidando com o pior são os idosos. Veja tabela abaixo de casos e letalidade por faixa etária.

 

 

Girafa

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Capital atinge a marca dos 25% de vacinados contra a Covid-19
Saúde
Covid: Governo libera R$ 6,6 bilhões para compra de vacinas da Pfizer
Cidade
Prefeitura abre pré-cadastro para vacinação de pessoas entre 18 e 29 anos
Saúde
MS recebe mais de 50 mil doses da AstraZeneca nesta quinta
Saúde
Com rapaz de 28 anos, sem doença, MS tem mais 40 mortos por Covid-19
Saúde
Covid - FIEMS inicia testagem em massa
Saúde
GRIPE - Fim de semana é o último para vacinação em crianças
Saúde
Dia das Mães pode ter aplicação da 2ª dose da CoronaVac, diz José Mauro
Saúde
Confira a escala médica nas UPAs e CRSs nesta quinta-feira
Saúde
Butantan envia mais 1 milhão de doses da CoronaVac ao PNI

Mais Lidas

Polícia
Jacaré é capturado dando 'rolê' em cidade de MS
Internacional
Estados Unidos inicia vacinação contra a Covid-19 em Nova York
Polícia
Morador de rua tenta matar desafeto a pauladas no interior do Estado
Polícia
Briga por capacete acaba em tentativa de homicídio