Menu
Menu
Busca sábado, 25 de maio de 2024
Camara Maio24 - TV camara
Saúde

Covid: Três anos de pandemia e crianças continuam sendo o grupo de risco

Menos da metade das crianças no Brasil foram imunizadas

11 março 2023 - 17h17Nany Sene com informações da Agência Brasil

Neste sábado (11) a pandemia completa três anos, na mesma data de 2020, a Organização Mundial da Saúde (OMS), decretava estado de emergência e atingia um patamar de pandemia. Após esses anos a vacinação continua sendo a melhor opção na prevenção e controle da pandemia.

Mesmo a vacinação tento um papel tão importante, uma grande parte das crianças brasileiras ainda não receberam a vacina da covid-19. Segundo especialistas são um grupo vulneráveis a casos graves e mortes pela doença.

De acordo com o Ministério da Saúde, entre os bebês e crianças de seis meses a quatro anos de idade, a cobertura vacinal contra a covid-19 é de 25% na primeira dose e de 2,5% na segunda.

O esquema básico para essa vacina também prevê uma terceira dose, oito semanas após a D2, e só 0,1% do público-alvo recebeu essa aplicação. Essa faixa etária foi a última a ter acesso às vacinas, com a Pfizer baby, aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em setembro do ano passado. 

Antes disso, crianças de três e quatro anos podiam ser vacinadas com a CoronaVac, aprovada pela Anvisa para essa faixa etária em julho de 2022. Apesar disso, somente 22,87% das crianças com três e quatro anos foram imunizadas com a primeira dose, e 10,2% receberam a segunda dose, de acordo dados enviados pelo Ministério da Saúde à Agência Brasil. 

Já na faixa etária mais velha - de cinco a onze anos - a primeira vacina aprovada foi a Pfizer Pediátrica, ainda em dezembro de 2021. A vacinação propriamente dita começou apenas em janeiro de 2022, com mais de um mês de atraso, e, mais de um ano depois, a cobertura vacinal para a primeira dose é de 71,62% e a da segunda dose, de 51,58%.

Reportar Erro
Assembleia - Maio24

Deixe seu Comentário

Leia Também

Parte da população brasileira deverá receber dose da vacina contra a Covid-19
Saúde
Saúde lança nova campanha de vacinação contra covid-19
Escala médica
Saúde
Plantão UPAs: Confira a escala médica nas unidades da Capital neste sábado
Ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal
Saúde
Moraes suspende processos baseados em resolução contra aborto do CFM
Dengue: Brasil já registra 3 mil mortes pela doença neste ano
Saúde
Dengue: Brasil já registra 3 mil mortes pela doença neste ano
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras arboviroses, como zika e chikungunya
Saúde
Dengue: MS tem mais de 9 mil casos confirmados neste ano
Casos e mortes por SRAG continuam a subir em MS
Saúde
Casos e mortes por SRAG continuam a subir em MS
Campo Grande já registrou mais de 14 mil casos de Síndrome Gripal
Saúde
Campo Grande já registrou mais de 14 mil casos de Síndrome Gripal
Mortes estão acontecendo após enchentes no RS
Saúde
Rio Grande do Sul confirma mais duas mortes por leptospirose
Saúde e Bem-Estar trata sobre a reabilitação dos pés com ortopedista especialista
Saúde
Saúde e Bem-Estar trata sobre a reabilitação dos pés com ortopedista especialista
Vacinação nas escolas
Saúde
Projeto de vacinação nas escolas públicas vai à sanção presidencial

Mais Lidas

Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora foi morta a pauladas por 'amigo' após não entrar em esquema de golpe
Amalha era corretora de imóveis
Polícia
AGORA: Choque prende um dos autores do assassinato da corretora Amalha Mariano
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
Polícia
Amalha foi vítima de três sessões de espancamento antes de ser morta em Porto Seco
O caso foi registrado na Depac Cepol em Campo Grande
Polícia
Mulher é ameaçada de morte por agiota na Capital: 'vai pagar por bem ou por mal'