Menu
Menu
Busca quinta, 23 de maio de 2024
Secovi
Saúde

Covid: vacinação é ampliada para crianças menores de 1 ano sem comorbidades

A medida foi tomada pela Sesau, após o Ministério da Saúde autorizar o uso da "Pfizer Baby" para novos públicos

28 dezembro 2022 - 17h50Brenda Leitte, com CG Notícias

A Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande (Sesau) ampliou a vacinação contra a Covid-19 para crianças de 6 meses a menores de um ano sem comorbidades. A medida foi tomada depois do Ministério da Saúde autorizar o uso da “Pfizer Baby” para novos públicos. Até então, a aplicação do imunizante estava restrita somente à crianças de 6 meses a 2 anos e 11 meses com comorbidades.

De acordo com o calendário estabelecido pela Sesau, crianças entre um e dois anos com comorbidades continuam sendo vacinadas.  Conforme a recomendação do Ministério da Saúde, a ampliação da “Pfizer Baby” deve ser feita de forma gradual.

Na Capital, a vacinação de crianças de 6 meses a dois anos com comorbidades teve início em novembro. Como uma forma de evitar o desperdício de doses em razão da baixa procura, o Município autorizou o uso emergencial, a chamada “xepa”. Até o momento, 224 crianças nesta faixa etária (com ou sem comorbidades) foram vacinadas, sendo que 64 já tomaram a segunda dose.

Atualmente, dez unidades de saúde estão referenciadas para o atendimento das crianças: UBS 26 de Agosto, USF Moreninhas, USF Paulo Coelho Machado, USF Noroeste, UBS Silvia Regina, USF Aero Itália, UBS Caiçara, USF Santa Emília e USF São Francisco.

Para os demais públicos, a vacinação contra a Covid-19 segue disponível em mais de 50 unidades básicas e de saúde da família de Campo Grande. Todas as doses estão disponíveis.

A aplicação da segunda dose de reforço (quarta dose) está liberada para todas as pessoas com 18 anos ou mais vacinadas com a terceira dose há pelo menos quatro meses. A ampliação do público ocorreu de maneira gradativa como uma medida para proteger a população e conter o avanço de novos de Covid-19.

Conforme dados do Vacinômetro, até o momento , 735,6 mil pessoas foram vacinadas com a primeira dose em Campo Grande, o que representa mais de 80% de toda a população. Destas, 703,8 mil tomaram a segunda dose ou dose única, 386,1 mil a terceira e 154,6 mil a quarta dose. Ao todo foram 1,9 milhão de doses já aplicadas.

 

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacinação nas escolas
Saúde
Projeto de vacinação nas escolas públicas vai à sanção presidencial
Teste de HIV em Campo Grande
Saúde
Campanha oferece voucher de R$ 50 para quem fizer teste de HIV na Capital
Durante o ano de 2024, o registro atinge 65 mortes até o momento
Saúde
Covid-19: MS registra 24 novos casos confirmados da doença, mas segue sem mortes
Síndromes gripais nas unidades de saúde da Capital
Saúde
Com 16 vítimas até agora, mortes por gripe 'tipo A' crescem na Capital
Complexo de Saúde do Aero Rancho -
Saúde
Prefeitura fecha contrato para reforma do Complexo de Saúde do Aero Rancho
UPA Coronel Antonino
Saúde
Plantão UPAs: Confira escala médica deste sábado em Campo Grande
Imagem Ilustrativa
Saúde
'Sangue LGBTQIA+ Salva Vidas': Hemosul funciona até as 17h neste sábado
Dr. Guilherme Bittner
Saúde
JD1TV: Mudanças climáticas podem causar problemas crônicos na pele, diz dermatologista
Saúde e Bem Estar acontecerá no 1º Congresso Nacional Tatiana Salazar
Saúde
Saúde e Bem-Estar acompanha congresso de odontologia nesta sexta
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras arboviroses, como zika e chikungunya
Saúde
Dengue em MS: número de casos confirmados da doença chega a 8,6 mil

Mais Lidas

Amalha era corretora de imóveis
Polícia
Mulher encontrada morta no Porto Seco era corretora de imóveis
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Geral
Rapper morr3 após atirar na cabeç4 ao gravar vídeo; assista
Amalha trabalhava como corretora de imóveis
Polícia
Corretora assassinada iria encontrar 'ex-paquera' para cobrar dívida de R$ 20 mil
O motociclista foi carbonizado durante a colisão
Polícia
Pneu estourado teria causado acidente que matou motociclista carbonizado na BR-163