Menu
Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2024
Senar Junho24
Saúde

Gestantes terão direito a mais dois exames na assistência da rede pública

Lei que adiciona os exames no protocolo de atendimento das gestantes foi sancionada

15 junho 2023 - 08h10Sarah Chaves    atualizado em 15/06/2023 às 10h09

Para ampliar o acesso aos exames do pré-natal das gestantes da rede pública de saúde, o presidente Lula sancionou Lei que adiciona dois exames ao protocolo de assistência às gestantes na rede pública, conforme publicação do Diário Oficial da União.

O pré-natal deve começar assim que a mulher descobre que está grávida. No Brasil, a partir desse momento, o Ministério da Saúde recomenda que sejam realizadas no mínimo seis consultas (uma no primeiro trimestre da gravidez, duas no segundo e três no terceiro), sendo ideal é que a primeira consulta aconteça no primeiro trimestre e que, até a 34ª semana, sejam realizadas consultas mensais.

Agora a rede pública de saúde, observada a disponibilidade orçamentária, incluirá no protocolo de assistência às gestantes a realização do ecocardiograma fetal no pré-natal de gestantes; pelo menos 2 (dois) exames de ultrassonografia transvaginal durante o primeiro quadrimestre de gestação.

Se constatada qualquer alteração que coloque em risco a gestação, o médico encaminhará a gestante para tratamento médico adequado. A Lei entra em vigor na data de sua publicação. Veja quais exames fazem parte a assistência à Saúde.

Exames complementar de rotina são:
Hemograma completo – repetir entre 28-30 semanas.
Grupo sanguíneo e fator Rh.
Sorologia para sífilis (VDRL); repetir entre 28-30 semanas.
Glicemia em jejum – repetir entre 28-30 semanas; em gestantes sem fator de risco para diabetes e se o resultado da primeira glicemia for menor que 85 mg/dL.
Teste Oral de Tolerância à Glicose (TOTG – 75g, 2h) – para os casos triados com fator de risco para diabetes gestacional presente e/ou com glicemia de jejum inicial maior ou igual a 85mg/dL.
Exame sumário de urina (Tipo I).
Urocultura com antibiograma para o diagnóstico de bacteriúria assintomática – repetir entre 28-30 semanas.
Sorologia anti-HIV – repetir entre 28-30 semanas.
Sorologia para toxoplasmose, IgG e IgM – repetir trimestralmente se for IgG não reagente.
Sorologia para hepatite B (HBSAg).
Protoparasitológico de fezes.
Colpocitologia oncótica.
Bacterioscopia da secreção vaginal – avaliação de perfil bacteriológico do conteúdo vaginal por critério de Nugent, indicada para pacientes com antecedente de prematuridade, possibilitando a detecção e o tratamento precoce da vaginose bacteriana, idealmente antes da 20ª semana.
Cultura específica do estreptococo do grupo B, coleta anovaginal entre 35-37 semanas.
Ultrassonografia obstétrica – Caso a gestante inicie o pré-natal precocemente o primeiro ultrassom pode ser realizado entre 10º à 13º semana e deve se repetir entre 20º á 24º semanas.

JD1 No Celular

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 e acompanhe em tempo real todas as notícias. Para baixar no IOS, clique aqui. E aqui para Android.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mercados têm plantão de vacinação contra a pólio, gripe e Covid-19 neste sábado (15)
Saúde
Mercados têm plantão de vacinação contra a pólio, gripe e Covid-19 neste sábado (15)
Plantão UPAs: Confira escala médica deste sábado na Capital
Saúde
Plantão UPAs: Confira escala médica deste sábado na Capital
Secretaria de Saúde de MS registra primeiro caso
Saúde
Campo Grande não tem foco de transmissor de Febre Oropouche, assegura Sesau
Município de Água Clara
Saúde
MS investe R$ 23 milhões na construção do Hospital Municipal de Água Clara
Foto: Arquivo Gov.MS
Saúde
Hospital Municipal de Água Clara será construído com investimento de R$ 23 milhões
Saúde e Bem-Estar receberá o Dr. Eduardo Kawano da Unimed CG
Saúde
Saúde e Bem-Estar receberá o Dr. Eduardo Kawano da Unimed CG
Campo-grandense é o primeiro caso de febre oropouche em MS
Saúde
Campo-grandense é o primeiro caso de febre oropouche em MS
Deputado Estadual Coronel David (PL)
Política
Coronel David pede por melhorias na UTI neonatal da Maternidade Cândido Mariano
Prefeita Adriane Lopes durante assinatura de Ordem de Serviço
Saúde
Adriane assina Ordem do Serviço para construção da USF Parati
Bora prevenir! Vacinação contra poliomielite segue até sexta-feira em MS
Saúde
Bora prevenir! Vacinação contra poliomielite segue até sexta-feira em MS

Mais Lidas

IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
Polícia
IMAGENS FORTES: mulher morre após ser devorada por rottweilers em casa de prostituição
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
Internacional
JD1TV: Jovens morrem ao caírem de 12 metros de altura enquanto esperavam show em boate
À polícia, homem contou que disparo foi acidental, versão que é contestada por amigos da vítima
Polícia
Homem que deu tiro na cabeça de esposa passou em bar antes de voltar para local do crime
Vítima, que era pessoa com deficiência, não tinha família na Capital e era próxima dos vizinhos
Polícia
Marido de mulher baleada na cabeça já havia quebrado perna da vítima