Menu
Menu
Busca sexta, 21 de junho de 2024
TJMS - Jun24
Saúde

Moraes suspende processos baseados em resolução contra aborto do CFM

Decisão do ministro faz complementa liminar que derrubou decisão do órgão

24 maio 2024 - 19h52Pedro Molina

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), suspendeu, nesta sexta-feira (24), processos e procedimentos abertos contra profissionais que tinham como base a resolução do Conselho Federal de Medicina (CFM) que dificultava o acesso ao aborto para vítimas de estupro.

Apesar da norma já ter sido derrubada pelo ministro em 17 de maio, alguns processos judiciais e procedimentos administrativos e disciplinares, em decorrência da Resolução CFM 2.378/2024, ainda estavam em andamento, mas foram interrompidos com a decisão de hoje.

A resolução suspensa por Moraes proibia a utilização da técnica clínica de assistolia fetal para a interrupção de gestações acima de 22 semanas que são decorrentes de estupro. A técnica utiliza medicações para interromper os batimentos cardíacos do feto, antes dele ser retirado do útero.

A ação que resultou na suspensão foi motiva pelo Partido Socialismo e Liberdade (Psol). Nele, a sigla frisava que o procedimento não é apenas “o mais indicado, em termos de saúde física, para casos de gestações com mais de 22 semanas, como também mais seguro e emocionalmente mais apropriado, contribuindo para a resolutividade de casos que, não raro, demoram a chegar nos serviços, como comumente são os de violência sexual”.

“A proibição do procedimento submete meninas e mulheres à manutenção de uma gestação compulsória ou à utilização de técnicas inseguras para o aborto, privando-as do acesso ao procedimento e à assistência adequada por vias legais, submetendo-as a riscos de saúde ou morte”, afirmou o partido.

 

Acompanhe em tempo real todas as notícias do Portal, clique aqui e acesse o canal do JD1 Notícias no WhatsApp e fique por dentro dos acontecimentos também pelo nosso grupo, acesse o convite.

Tenha em seu celular o aplicativo do JD1 no iOS ou Android.

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Henrique Prata, presidente do Hospital do Amor
Saúde
JD1TV: "Sobrevivemos com ajuda da sociedade", diz presidente do Hospital do Amor
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
Política
"Solucionar problemas": Deputado quer visita da Comissão de Saúde ao Hospital Regional
Upa Vila Almeida
Saúde
Paciente fica mais de 3h esperando por atendimento na Upa Vila Almeida: "não tinha médico"
SES/MS - Secretaria de Estado de Saúde -
Saúde
Governo convoca 116 aprovados no concurso público da Saúde de MS
Dose da poliomielite segue disponível nas unidades de saúde de Campo Grande
Saúde
Dose da poliomielite segue disponível nas unidades de saúde de Campo Grande
Casos de Dengue no Brasil
Brasil
Brasil já soma quase 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue em 2024
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras arboviroses, como zika e chikungunya
Saúde
Adolescente de 14 anos é a primeira morte de dengue na Capital em 2024
Mercados têm plantão de vacinação contra a pólio, gripe e Covid-19 neste sábado (15)
Saúde
Mercados têm plantão de vacinação contra a pólio, gripe e Covid-19 neste sábado (15)
Plantão UPAs: Confira escala médica deste sábado na Capital
Saúde
Plantão UPAs: Confira escala médica deste sábado na Capital
Secretaria de Saúde de MS registra primeiro caso
Saúde
Campo Grande não tem foco de transmissor de Febre Oropouche, assegura Sesau

Mais Lidas

Breno Souza Firmino, de apenas 16 anos, atuava como volante na equipe SUB-17 da Portuguesa
Polícia
Adolescente de time de MS morre na Capital
Leonildo Herrero atuou por 38 anos na Santa Casa da Capital
Geral
Morre o médico Leonildo Herrero
Antes e depois do entorno no empreendimento
Cidade
'Cracolândia' da região da Antiga Rodoviária ganha empreendimento privado
JD1TV AGORA: Antiga fábrica da Frutilla pega fogo em Campo Grande
Polícia
JD1TV AGORA: Antiga fábrica da Frutilla pega fogo em Campo Grande