Menu
Menu
Busca segunda, 24 de junho de 2024
Governo - Vazio sanitario Jun24
Saúde

Greve do Hospital do Câncer continua até resolução de pendências

A instituição tem um déficit financeiro geral acumulado de R$ 770 mil reais/mês

23 fevereiro 2023 - 10h50Sarah Chaves    atualizado em 23/02/2023 às 11h20

O Hospital de Câncer de Campo Grande-MS Alfredo Abrão (HCAA) anunciou que o corpo clínico dicidiu iniciar a paralisação já anunciada dia 18 de janeiro após não terem suas reivindicações atendidas.

A greve foi adiada 30 dias, prazo dado para que as reinvindicações como a regularização dos pagamentos e dos vínculos/contratos; regularização dos serviços de patologia e exames de imagens, essenciais aos diagnósticos e seguimentos de tratamentos fossem sanadas.

O HCAA é uma instituição filantrópica que atende 99% dos pacientes oriundos do SUS com os tratamentos totalmente gratuitos e realiza 70% dos atendimentos oncológicos públicos de todo o Estado do Mato Grosso do Sul. 

Conforme a nota do Hospital, as reivindicações ainda não foram totalmente sanadas devido ao enorme déficit financeiro geral acumulado de R$ 770 mil reais/mês.

Desde quarta-feira (22), estão sendo realizados somente os atendimentos de urgência e emergência realizados no PAM (*Pronto Atendimento do HCAA, 24H), as cirurgias de urgências e emergências, atendimentos de UTI e os tratamentos nos setores de quimioterapia, radioterapia e hormonioterapia já em andamento. 

"As questões pendentes para que os atendimentos do Hospital de Câncer mantenham a regularidade dependem de verba emergencial e também o ajuste na contratualização na ordem de R$ 770.000,00/mês cujo estudo de revisão foi apresentado para à Prefeitura e ao Governo do Estado em janeiro e até o momento não foi atualizado. Os médicos anunciaram que só normalizarão os atendimentos quando as reinvindicações forem resolvidas e os recursos forem efetivamente liberados", informou em nota.

Ainda conforme o hospital, a situação finceiro se agravou ainda mais em dezembro com pagamento do 13º salário dos funcionários do hospital (422 colaboradores + 75 médicos).

O JD1 Notícias buscou informações com a Prefeitura e com a Secretaria de Estado de Saúde sobre que medidas serão tomadas em prol das pendências do hospital e aguarda um retorno.

 

Reportar Erro

Deixe seu Comentário

Leia Também

Vacinação contra a gripe e Covid-19 será no Norte Sul Plaza neste domingo
Saúde
Vacinação contra a gripe e Covid-19 será no Norte Sul Plaza neste domingo
Vacinação: Veja onde se imunizar neste sábado em Campo Grande
Saúde
Vacinação: Veja onde se imunizar neste sábado em Campo Grande
Médicos
Saúde
Plantão UPAs: Confira a escala médica nas unidades de saúde para este sábado
Henrique Prata, presidente do Hospital do Amor
Saúde
JD1TV: "Sobrevivemos com ajuda da sociedade", diz presidente do Hospital do Amor
Hospital Regional de Mato Grosso do Sul
Política
"Solucionar problemas": Deputado quer visita da Comissão de Saúde ao Hospital Regional
Upa Vila Almeida
Saúde
Paciente fica mais de 3h esperando por atendimento na Upa Vila Almeida: "não tinha médico"
SES/MS - Secretaria de Estado de Saúde -
Saúde
Governo convoca 116 aprovados no concurso público da Saúde de MS
Dose da poliomielite segue disponível nas unidades de saúde de Campo Grande
Saúde
Dose da poliomielite segue disponível nas unidades de saúde de Campo Grande
Casos de Dengue no Brasil
Brasil
Brasil já soma quase 6 milhões de casos e 4 mil mortes por dengue em 2024
Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue e de outras arboviroses, como zika e chikungunya
Saúde
Adolescente de 14 anos é a primeira morte de dengue na Capital em 2024

Mais Lidas

Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policial morto estaria envolvido em esquema de tráfico e roubo junto com o sargento
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Polícia
Moradora de Ponta Porã morre ao ter AVC aos 37 anos
Cabo Almir e Sargento Santos do 10° Batalhão da Polícia Militar
Polícia
Policiais militares escoltavam caminhão roubado com drogas em Campo Grande
Cantor Diogo Nogueira
Cultura
MS Ao Vivo: Diogo Nogueira fará show gratuito na Capital no dia 14 de julho