Menu
Busca sexta, 23 de fevereiro de 2024
(67) 99647-9098
Governo - Dengue Fev24
Saúde

Três UPAs contam com pediatras atendendo durante o dia na Capital

A noite serão sete unidades com profissionais infantis

18 maio 2022 - 08h07Sarah Chaves    atualizado em 18/05/2022 às 08h07

A escala de médicos e pediatras nas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e Centros Regionais de Saúde (CRS’s), nesta quarta-feira (18), em Campo Grande, conta com 48 clínicos gerais e 15 profissionais de atendimento infantil apenas  no período da manhã.

Todas as unidades de UPAs e Centros Regionais de Saúde (CRS’s), terão o clínico geral nesta manhã. Já os pediatras podem ser encontrados nas unidades do Coronel Antonino, Vila Almeida e Universitário.

No período da tarde, as UPAs que contam com pediatras no atendimento são apenas três novamente, sendo a unidade do Vila Almeida; Coronel Antonino e Universitário. Durante a noite o quadro de pediatras aumenta e passa a contar com 28 profissionais atendendo o público infantil. 

O quadro de clínico geral é completo em todas as unidade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Saúde
Conselho Municipal de Saúde é contra mudança de gestão do Hospital Regional
Saúde
Corumbá e Ladário receberão remessa de vacinas contra a dengue
Saúde
Mais da metade do mundo está em alto risco para surto de sarampo, alerta OMS
Saúde
Bebê de um mês é a primeira morte confirmada por dengue em MS
Saúde
Covid-19: MS confirma 6 mortes e mais de 600 casos da doença
Política
Projeto cria o Estatuto para proteção de mulheres em cargos públicos
Saúde
MS inicia estratégia para combater à dengue nas divisas
Saúde
Com superlotação, Santa Casa pede socorro em 'situação crítica' na ortopedia
Saúde
Saúde Mental é o foco de ações nos presídios do MS
Saúde
Plantão de vacinação contra a dengue vai até às 18h neste domingo

Mais Lidas

Polícia
Corpo é encontrado em pesqueiro no Jardim Pênfigo
Polícia
Tragédia: Menino de 2 anos é enforcado até a morte e jogado em tanque de peixe
Polícia
Mulher pressentiu que iria morrer em conversa com a filha: 'Ele vai voltar e me matar'
Polícia
Filhos gritaram por socorro ao ver a mãe sendo esfaqueada e morta na Capital