Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
(67) 99647-9098
TJMS setembro21
Tecnologia

Honda lança carro que gasta 1 litro de combustível a cada 27 km

03 novembro 2012 - 12h15Divulgação

A Honda anunciou a venda, a partir desta sexta-feira (02), no Japão, do compacto N-One. Com pequenas medidas, o modelo tem quatro portas e é impulsionado por motor 3 cilindros de 660 cilindradas capaz de gerar 64 cavalos de potência e 10,6 kgfm de torque. Em conjunto com câmbio automático do tipo CVT, o veículo possui consumo médio de 27 km/l de combustível. Segundo a fabricante, seu desempenho é semelhante ao de um motor 1.3. O N-One custa a partir de 1.150.000 ienes, equivalente a US$ 14.358,85.

Com opções de tração dianteira ou integral, o modelo possui uma série de sistemas eletrônicos, como assistente para subidas (hill climb), assistente de estabilidade, airbag do tipo cortina e sistema de absorção para impactos de pedestres.

A marca disponibiliza onze cores para o N-One, que pode levar até quatro passageiros.

Via G1

Unica - inverno

Deixe seu Comentário

Leia Também

Tecnologia
Reunião para votar leilão do 5G está marcada para sexta-feira
Tecnologia
Plataforma do governo ajuda na resolução de problemas entre consumidores e empresas
Tecnologia
Certificado Nacional de Vacinação já está disponível pela internet
Tecnologia
Novas medidas de segurança para pix visam coibir sequestros e roubos
Tecnologia
Portal voltado às práticas do campo é criado por estagiários do Vale Universidade
Saúde
Sete UPAs tem atendimento pediátrico nesta segunda-feira; confira
Tecnologia
YouTube aponta desinformação sobre Covid e derruba vídeos de Bolsonaro
Saúde
UPAs do Cl. Antonino, Vila Almeida e Universitário tem plantão completo hoje

Mais Lidas

Geral
Vídeo: "Peixe de bosteiro", morador de rua engana população de Paranaíba
Polícia
Menino de 2 anos mata prima atropelada após dar partida em carro
Polícia
Funcionários da Energisa ficam sob mira de arma ao tentar podar árvores na Vila Olinda
Polícia
Operação “Dark Money” investiga desvio de R$ 23 milhões no esquema de corrupção em Maracaju