Menu
Busca quinta, 20 de junho de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Campos Neto será sabatinado na próxima semana

Também serão sabatinados Bruno Serra Fernandes e João Manoel, indicados para a diretoria do BC

19 fevereiro 2019 - 14h19Mauro SIlva com Agência Senado

Roberto Campos Neto, escolhido pelo presidente da República Jair Bolsonaro para presidir o Banco Central (BC) será sabatinado pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) no dia 26 deste mês. Também serão sabatinados na mesma reunião dois indicados para a diretoria do BC e uma indicada para a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O senador Eduardo Braga (MDB-AM), relator da indicação de Campo Neto, atesta que a comissão pode deliberar a aprovação do nome, uma vez que o indicado apresentou todos os documentos exigidos para assumir o cargo. O relatório foi lido na reunião desta terça-feira (19) e em seguida foi concedida vista coletiva, prazo de cinco dias para que os senadores que integram o colegiado tomem ciência do texto.

Indicações

Na próxima semana também serão sabatinados Bruno Serra Fernandes e João Manoel Pinho de Mello, indicados para a diretoria do BC e Flávia Martins Sant'Anna Perlingeiro, indicada para a diretoria da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A relatoria das indicações estão a cargo de Rodrigo Pacheco (DEM-MG), Wellington Fagundes (PR-MT) e Tasso Jereissati (PSDB-CE), respecativamente. O presidente da CAE, Omar Aziz (PSD-AM) também concedeu vista coletiva.

BC e CVM

O Banco Central é uma autarquia, vinculada ao Ministério da Economia, cuja tarefa é formular e executar a política monetária, manter a inflação dentro da meta, servir como depositário das reservas internacionais do país e garantir, para a população, o fornecimento adequado de dinheiro em espécie. A instituição tem uma diretoria colegiada, que é indicada pelo presidente da República e precisa ser aprovada pelo Senado.

A Comissão de Valores Mobiliários também é uma autarquia vinculada ao Ministério da Economia. Sua missão é fiscalizar e desenvolver o mercado de capitais no Brasil, a fim de equilibrar a atuação dos agentes e a proteção dos investidores.

Prefeitura prestação de contas

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Crítico de cinema e comentarista do Oscar, Rubens Ewald Filho morre aos 74 anos
Brasil
Bebê é operado no útero da mãe no interior de SP
Brasil
“Se houve irregularidade eu deixo o cargo”, diz Moro
Brasil
Melhora a confiança do empresário, diz CNI
Brasil
Moro espera que reportagens de site não afetem projeto anticrime
Brasil
Ex-chefe do MPF em MS compõe a lista tríplice para PGR
Brasil
Bolsonaro nomeia primeiro brasileiro à diretor técnico de carreira, na Itaipu
Brasil
MS perde Sudeco
Brasil
Menino é assaltado enquanto vendia doces na rua e internautas se comovem
Brasil
Filho de deputada é preso durante enterro do pai no RJ

Mais Lidas

Cidade
Confira a lista de habilitados para sorteio de unidades habitacionais na capital
Cidade
Campo-grandenses se unem e ajudam família que caiu em golpe da falsa encomenda
Polícia
Pai mata filho de 7 anos após convencê-lo de que brincariam juntos
Polícia
Vídeo: Homem é executado por pistoleiros em oficina