Menu
Busca domingo, 25 de agosto de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Morre neto de Lula e ex-presidente pede liberação para ir a velório

Arthur Lula da Silva morreu hoje em decorrência de meningite

01 março 2019 - 13h32Da redação com informações da Agência Brasil

A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu nesta sexta-feira (1º) à Justiça Federal em Curitiba para deixar a prisão e comparecer ao velório do neto, Arthur Lula da Silva, 7 anos, que morreu vítima de meningite meningocócica, em Santo André (SP). 

Na petição encaminhada à juíza Carolina Lebbos, os advogados do ex-presidente argumentaram que Lei de Execução Penal (LEP) prevê que presos possam deixar a prisão para comparecer ao velório de um parente próximo.

Lula está preso desde 7 de abril do ano passado por ter sua condenação no caso confirmada pelo Tribunal Regional Federal (4ª Região), que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá (SP).

Em janeiro, Lula também pediu para deixar a prisão para comparecer ao velório do irmão, Genival Inácio da Silva, conhecido como "Vavá", que morreu em decorrência de câncer no pulmão. No entanto, o pedido foi negado pela  juíza Carolina Lebbos. A decisão foi confirmada pelo desembargador federal Leandro Paulsen, do TRF4, mas o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, aceitou recurso da defesa e autorizou a saída de Lula. No entanto, o ex-presidente não aceitou as condições da decisão, que determinava que o encontro com os parentes deveria ocorrer em um quartel das Forças Armadas. Além disso, a liminar foi deferida quando o velório tinha começado. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Mega acumula novamente e pode pagar R$ 46 mi na quarta-feira
Brasil
Moro autoriza envio da Força Nacional para combater desmatamento
Brasil
Maia defende uso de fundo da Petrobras para combater queimadas
Brasil
Pequenos negócios criaram 95% das vagas em julho, diz Sebrae
Brasil
Bolsonaro diz que incêndios não podem gerar sanções ao Brasil
Brasil
Nova fase da Lava Jato investiga crimes que causaram prejuízos de R$ 6 bi
Brasil
Ibama vai contratar empresa para monitorar desmatamento
Brasil
Policial passa mal e morre no dia que soube que seria pai
Brasil
“Aumento de queimadas na Amazônia pode ser ação criminosa”, diz Bolsonaro
Brasil
Mega sorteia R$ 31 milhões nesta quarta

Mais Lidas

Geral
Mulher tem dedo amputado enquanto fazia compras
Fim de Semana
Esquadrilha da Fumaça se apresenta em Campo Grande neste domingo
Polícia
Vídeo - Peão morre após ser pisoteado por touro em rodeio
Esportes
Vídeo- Após capotar no Rally Sertões, Caio Castro tranquiliza fãs