Menu
Busca quarta, 17 de julho de 2019
(67) 99647-9098
Brasil

Para Guedes, mínimo só terá aumento real após reforma da Previdência

De acordo com o ministro, para cada R$ 1 de reajuste o impacto para o governo chega a R$ 300 milhões

14 maio 2019 - 15h32Mauro Silva, com informações do UOL

Durante apresentação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2020 na tarde desta terça-feira (14) em audiência pública na Comissão Mista de Orçamento (CMO), o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que o salário mínimo só poderá ter aumento real, acima da inflação, se forem aprovadas as reformas fiscais como a da Previdência.

De acordo com o site UOL, o ministro destacou o impacto fiscal do salário mínimo nas contas do governo. Conforme o ministro, a cada R$ 1 de reajuste o impacto é de R$ 300 milhões. “Temos até 31 de dezembro para criar uma trajetória [para reajustar o salário mínimo]. Se for criado algum espaço fiscal, isso pode ser usado lá na frente. Se não for feita [nenhuma reforma], o período de austeridade será mais longo”, alertou.

Guedes reconhece que o salário mínimo hoje é baixo para quem recebe, caro para quem paga e desastroso para as contas públicas.

O salário mínimo atualmente é de R$ 998, a fórmula para se chegar ao cálculo foi fixada em 2007. Até 2019 a revisão considerava o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) de dois anos antes somada a inflação do ano anterior, medida pelo INPC.

Conforme a LDO de 2020 debatida e apresentada por Guedes o governo de Bolsonaro quer elevar o mínimo para R$ 1.040, isso significa que não haverá aumento real.

1/4 colchões

Deixe seu Comentário

Leia Também

Brasil
Jovem que morreu em cachoeira se desequilibrou ao tirar 'selfie'
Brasil
Turismo do Brasil tem nova marca no exterior
Brasil
Não quer ser "perturbado" por telemarketing? Saiba como
Brasil
Bolsonaro faz discurso sobre posição de Eduardo na embaixada em Washington
Brasil
Vídeo - “Bíblia e oração”, diz Marcelo Rossi após empurrão
Brasil
Mourão quer reforma política após a conclusão da Previdência
Brasil
Ninguém acerta a Mega e prêmio acumulado é R$ 16 milhões
Brasil
Economia com reforma da Previdência deve cair para cerca de R$ 900 bi
Brasil
Ministro diz que não há ilegalidade em liberar emendas
Brasil
Índios criticam delegado na Funai

Mais Lidas

Polícia
Família encontra adolescente que estava desaparecida
Polícia
Homem é morto a tiros dentro de casa enquanto fumava narguilé
Educação
Desligamento de professores da educação especial preocupa pais
Geral
Sem a OAB sociedade fica desprotegida, diz Mansour Karmouche